sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

ANGUSTIA DOS ENDIVIDADOS



Boa parte da angústia que sentimos quando estamos endividadas ocorre porque temos a necessidade de resolver o problema rápido, muito rápido. E queremos resolver rápido para podermos fazer novas dívidas, assinar cheques e cartões. Esqueça. Endividamento excessivo não se resolve da noite para o dia. É preciso paciência, disciplina e a certeza de que estamos no caminho certo, que vamos conseguir pagar nossos credores e voltar à rota da sustentabilidade.


16 comentários:

Anônimo disse...

Aldilene,

Conheci seu blog há alguns dias lendo suas postagens antigas e concluí que sem dúvida este é o melhor e mais real blog sobre dívidas e finanças que eu já li. Parabéns pela iniciativa.
Abri meu negocio próprio há 2 anos e meio, parte com meios próprios e parte com o Proger. Ë uma loja de roupas e acessórios femininos, foi tudo muito bem no começo, tanto que abri uma segunda loja. Só que os 6 primeiros meses de 2010 foram terríveis para as vendas em ambas as lojas e foi aí o começo do nosso martírio. Meu marido tem um excelente salário, mas todo mês uma boa parte dele acaba indo para a loja (agora somente uma pois a outra tive que fechar). Prejuízo atrás de prejuízo, acabamos tomando todos os empréstimos possíveis na PJ e na PF. Resultado: um total de quase 150 mil de dívidas, metade na PJ e metade na PF. Chegamos no limite, a partir do mês que vem estaremos impossibilitados de continuar pagando todos os financiamentos. Vou movimentar a loja em uma nova conta com outro banco, pois no Banco do Brasil, onde estão concentradas todas as dívidas da empresa, meu faturamento todo vai para o pagamento das parcelas. Pretendemos nos esforçar para continuar pagando as dívidas que contraímos na PF, para que o nosso relacionamento com o banco onde meu marido recebe o salário não seja prejudicado. Pretendo parar de pagar as dívidas do BB para que daqui uns meses eu consiga fazer uma renovação, acredito que não adianta eu renegociar agora, pois não tenho como pagar. Como isso pode afetar o nome dos sócios, no caso eu e meu marido? Vale a pena pedirmos falência ou isso pode afetar nossas contas de PF? O nome dos sócios fica sujo em caso de falência? Obs: não temos mais nenhum bem para vender, só carro financiado, apenas a loja que já está a venda há algum tempo, sem sucesso. Obrigada pela atenção e desculpe o longo desabafo...Anna.

Aldineide Rios disse...

Anna, sinto muito pela situação...

Em caso de inadimplência ou falência os sócios ficam com o nome também negativados e com dificuldade de crédito na PF, podendo inclusive ter os limites atuais cancelados e dependendo da dívida (tributos e trabalhistas por exemplo) pode ter saldos de contas corrente penhorado.

Sugestão: Procure o SEBRAE de sua cidade para orientação e peça indicação deles para contratar um consultor.

No primeiro momento parece uma despesa a mais, porém na realidade se vocês tivessem feito isso no início dos problemas talvez não tivesse chegado a tanto, mas tudo tem solução, portanto não se desespere.

Fica difícil eu te passar orientação mais detalhada por falta de informação, precisa que o consultor te acompanhe para orientar da melhor forma.

TENHA CALMA!

SUCESSO

Anônimo disse...

Aldilene, muito obrigada pela sua dica, vou marcar um horário com o Sebrae para ver esta questão do consultor. Acredito que mesmo havendo um gasto, acaba virando um investimento, pois ele poderá nos ajudar a tomar as melhores decisões. Muito sucesso e parabéns pelo blog! Um abraço, Anna.

Vinícius disse...

Aldineide,

hoje conheci seu blog, num dos momentos mais angustiantes que passo pela minha vida, o momento das dívidas.
Acontece o seguinte, era militar, fiz um empréstimo consignado em folha, fato com que fez com que nunca fosse atrasada uma parcela sequer. Fui mandado embora, pois era temporário. Lembro que emprestei 3.330 reais. O Setor de pagamento quando foi fazer o acerto informou que seria quitado este empréstimo e descontado da pecuniária que eu iria receber. Fiquei tranquilo. Mudei de cidade e comecei vida nova. Surpresa para mim, que ao tirar um extrato no serasa havia uma dívida de 8.000 reais. O Setor de pagamento não quitou o empréstimo e eu sequer sabia disto. Hoje dois anos depois fui descobrir a dívida.

Contratei 3.330 e paguei diversas parcelas, hoje a dívida está em 8.000.

Pela sua experiência, acha que consigo negociar isto com o banco??? Visto que não era correntista deste banco??? Abater juros e se possível parcelar???

Vai me ajudar imensamente se me responder!!!

Um Abraço

Aldineide Rios disse...

Vinicius, esses fatos no consignado são mais comuns do que você imagina. Pelo contrato o que foi quitado DEVE ter sido apenas 30% do saldo devedor restante e não 100% como lhe informaram no quartel.

Bem mesmo você não sendo correntista a dívida está com o banco e ele negocia, mas ou você quitar parcelando (neste caso é mais dificil tirar os juros) ou você quita a vista com desconto.

Ligue para o banco e veja onde está sua dívida, pode está em escritório de cobrança, que é mais fácil de negociar.

Faça uma proposta dentro de suas condições de pagamento, não vá fazer para ficar mais endividado e sem condições de cobrir, se a proposta for lhe deixar apertado por muito tempo é melhor não fazer e ir juntando o dinheiro para no final do ano você ter condições de quitar a vista com desconto bem interessante, muitas vezes tiram totalmente os juros.

carla disse...

oi gostaria de saber como faço para saber quanto estou devendo sem os juros pois a mais de 290 dias estou devendo ao banco santander a vista e 4 mil e pouco para pagar mais se for para dividir em 36 vezes vai mais de 7 mil reais sou daqui sa cidade de salvador e gostaria de saber tambem como faço para falar com adefensoria pulblica, e sera que eles podem me ajudar?pois tenho vontade de pagar mais ta muito alto, gostaria de saber se com meu nome sujo eu nao posso conseguir emprego?os bancos nao aceita abrir conta com cpfrestrito por favor me responda carla-20agata@hotmail.com

Anônimo disse...

Obrigado querida pelo esclarecimento. Resolvendo deixo um comentário!
Muito Obrigado!!!

Vinícius

Aldineide Rios disse...

Carla,

1) Para saber quanto foi que você ficou devendo vai depender do produto, se foi cheque especial basta olhar o saldo da época; se foi empréstimo parcelado veja quantas parcelas deixaram de ser pagas e some o total; se foi cartão de crédito analise o último extrato e assim por diante.

2) Não sei como falar com a defensoria pública, procure um fórum que eles lhe orientam

3) Quanto a emprego é muito relativo, dependerá da empresa, da política dela, do cargo a ser ocupado etc etc.. oficilamente não pode deixar de ser contratada por este motivo o difícil será provar que você foi desclassificada do processo seletivo por este motivo e não por outro.

4) Os banco abrem conta salário mesmo com restritivo, porém é apenas para crédito do salário, não poderá fazer outras movimentações.

carla disse...

o banco mandou para minha mae um cartao de credito sem a autorizaçao dela o cartao esta bloqueado e mae recebeu uma fatura para pagar 60 reias pois eles dizem que e da anuidade.gostaria de saber como mamae vai pagar anuidade sem ter desbloqueado o cartao mande resposta por favor

Aldineide Rios disse...

Peça para sua mãe ligar para central do cartão e solicitar estorno da anuidade por não ter pedido o cartão e nem desbloqueado o cartão que chegou sem sua autorização.
Eles estornam sem mais problemas, agora diga a sua mãe para ser firme e não abrir mão do estorno.

carla disse...

oi mamae ligar mais a central so da ocupada eu queria que ela levasse para o procon ,o que vc acha?

Aldineide Rios disse...

Não há necessidade, o primeiro passo sempre é ligar para a central se não resolver é que procura-se o procon, inclusive nas audiências os conciliadores perguntam se foi tentando primeiro ligar para central.

Confirme com o Banco ou no extrato o número da central e tente novamente, o telefone que você está ligando deve está errado pois dificilmente os telefones das centrais ficam ocupados.

carla disse...

muito obrigada vou fala pra minha mae ligar um abraço

carla disse...

oi tem um site que fica falando que em 10 dias a pessoa tem seu nome limpo eles estao vendendo um kit onde ensina a pessoa a limpar o nome non serasa. isso e falcatrua, nao e? me responda pelo e mail carla-20agata@hotmail.com

Eduardo disse...

Olá,
Não quero ser abusado, mas é que realmente não tenho mais a quem recorer. Minha mãe emprestou alguns cheques à uns anos atras, que acabaram não sendo pagos, e praresumo da ópera, hoje em dia ela está com uma dívida de 154 mil reais.
E eu sou o principal interessado em limpar o nome dela, pois pretendo tentar financiamento de casa própria com a renda dela inclusa.
Sendo assim, minha dúvida é: Qual é o máximo que eu consigo negociar essa dívida? (o valor mínimo que consigo), pois não é nem questão de não querer pagar. é que eu realmente NÃO TENHO como pagar nesse momento, pois ainda sou estudante, e o estágio que realizo não paga muito.

Obrigado pela atenção, e mais uma vez, desculpe-me pelo abuso.

Eduardo

Aldineide Rios disse...

Eduardo, as informações estão muito vagas, não sei o valor dos cheques, quando foi emitido etc etc.

Bem entre no site www.calculoexato.com.br e atualize o valor da dívida com as taxas de mercado ou outra taxa que você achar coerente, 2,5% ou 3%, mas só faça a negociação se você puder pagar pois uma dívida depois de 5 anos sai a negativação e se você negociar e não pagar volta tudo a estaca zero e a dívida fica nova mais uma vez.