sábado, 18 de agosto de 2012

COMO NÃO CAIR NO ENDIVIDAMENTO




A vida muitas vezes prega peças assustadoras em nossas vidas, pessoas que sempre foram equilibradas financeiramente sofrem algum acidente de percurso e de repente se veem em situação de elevado endividamento. Para essas pessoas esse momento é muito mais dolorido do que para os devedores profissionais ou contumazes.

Para evitar que essa situação aconteça é preciso se preparar para as eventualidades da vida, faça uma reserva financeira para emergência, perda de emprego, acidente, doença ou qualquer outro motivo que lhe obrigue a gastar o que tem e o que não tem usando recursos de bancos.

Mensalmente PAGUE-SE PRIMEIRO, é isso mesmo, antes de começar a pagar as dívidas separe uma parte para sua reserva financeira, isso pode ser feito através de aplicação automática  no seu banco assim quando você for começar a pagar os outros sua parte já foi retirada. Normalmente nos ajustamos ao saldo da conta. Experimente...

Agora, quanto guardar por mês para emergência, quanto guardar mensalmente?

Esse valor vai depender de pessoa para pessoa, do padrão de gastos mensais, do padrão de risco que está exposto e vários outros valores.

Se você tem uma vida cheia de altos e baixos sua reserva tem que ser um pouco maior uns seis meses de despesas, mas se sua vida é tranquila a reserva pode ser menor, em média de três meses.

Faça essa reserva mesmo que você esteja endividado (parece loucura não é?). Faça a reserva sim! para evitar que outro atropelo leve você a desviar de seus objetivos que é liquidar todas as dívidas.

PAGUE-SE PRIMEIRO 

2 comentários:

Andrêa disse...

gostei de mais desta dica, nunca tinha pensado neste caso.

Aldineide Rios disse...

Obrigada
Andrêa, vamos divulgar e ajudar a s pessoas a serem felizes e sem dívidas.
Visite nossa página no face.

http://www.facebook.com/Consulpex