sexta-feira, 6 de março de 2009

COMO NEGOCIAR COM BANCOS (cartão de crédito)


Temos a idéia de que negociar com bancos é impossível, que o gerente só quer tirar proveito da situação para se dar bem, que gerente de banco conhece tudo.

Engano! Hoje gerente de banco está muito despreparado para o mercado financeiro, ele é muito bom em vendas, pois com as metas elevadas de vendas de produtos é só no que ele se especializa. Portanto se você estudar um pouquinho só sobre finanças estará em igualdade de situação com a maioria dos gerentes, digo a maioria pois ainda há uns poucos remanescentes da época que gerente de banco realmente entendia de finanças e o certificado da ANBID leva o gerente a estudar apenas investimentos e só para a prova pois quando pouco tempo depois eles já não lembra de mais nada a não ser as táticas de vendas.

Para negociar suas dívidas financeiras você tem primeiramente que organizar suas finanças, pois não adianta você renegociar, dividir com bancos, cartões e financeira e não ter como pagar por total descontrole.

Leia todas as dicas desse blog de como organizar as dívidas, use as planilhas de orçamento e gaste menos do que ganha, só assim você sairá do buraco.

Agora...vamos aos bancos.

Cartão de crédito: para negociar cartão de crédito não será possível se você estiver pagando o mínimo, as operadoras estão lhe vendo como um cliente bom que paga pontualmente, já que é um direito seu pagar o mímino, eles estão contabilizando os juros e quando você não tiver mais condições de pagar o valor estará muito elevado e quase tudo juros.

a) PARE de pagar o mínimo, com dois meses de atraso você pode negociar que eles aceitam;

b) Se tiver como conseguir dinheiro emprestado com juros baixo (empréstimo consignado por exemplo) faça uma proposta de liquidação à vista, faça um levantamento em seu extrato do cartão e veja quanto realmente é compras e quanto é juros e daí faça sua proposta pagando o que você gastou e acrescendo de juros justos;

c) Nunca aceite a primeira proposta, sempre há oprtunidade de melhorar o acordo, agora antes voê tem realmente que ter consciência do que pode pagar;

d) suspenda ou cancele totalmente as compras nos cartões pois caso contrário voltará tudo novamente;

e) cuidado com o descontrole, as operadora fazem propostas realmente boas, com a certeza que você é descontrolado e cairá em tentação novamente e gastará tudo sem o menor controle. Eles conhecem o perfil dos devedores e descontrolados e usam isso a seu favor;

f) cumpra regularmente e com total prioridade o acordo que fizer pois caso contrário volta com toda força e juros;

231 comentários:

1 – 200 de 231   Recentes›   Mais recentes»
taisamarques disse...

Maravilhosa sao as suas dicas, mas ainda ficou uma duvida, desde novembro venho pagando o minimo do meu cartao, dessa forma a prestadora entende-se que estou financiando a minha divida, isso eu sei, mas hj gostaria de pagar a vista a divida total, dessa forma devo somar apenas os gastos com compras de novembro até marco? e depois posso abater o valor dos pagamentos minimos que eu venho fazendo assim terei o valor real do que eu devo pagar.

Aldineide disse...

Infelizmente a conta não é essa.
O que você está devendo é exatamente o saldo do cartão, principal mais juros, é como a operadora tivesse emprestado dinheiro a você para realizar suas compras só que no caso de cartão os juros são muito elevados.
Pague o quanto antes, nem que tenha que tomar emprestado em outro lugar com juros mais barato, CARTÃO É O MAIS CARO FINANCIAMENTO. LIQUIDE URGENTE

esdra disse...

Estou devendo meu cartão de credito,e paguei o minimo até abril depois não paguei mais.estou querendo pagar fui varias pra tentar uma negociação viavel,eles não aceitam nenhuma negociação dizendo que eu não tenho limite para negociar.quero saber como é isso pois quero pagar minha conta.Mas quero negociar pois não tenho condição de pagar todo de uma vez.

Aldineide disse...

Oi Esdra, para a operadora de cartão de crédito você não está inadimplente pois estava pagando pontualmente, apenas o mínimo mas pagava. Para as operadoras você só é devedor com direito a parcelamento quando deixa totalmente de pagar, como você fez agora.
Antes para eles estava muito bom pois você pagava o mínimo e o restante incidia juros e o que você pagou abate suas compras e o resto é só lucro.
O dinheiro que você pagaria guarde e quando tiver um valor razoavel ligue que ai sim eles fazem acordo pois está sem pagar já ha alguns meses.

Cláudia disse...

Boa noite, minha dúvida é a seguinte, deixei de pagar meu cartão de crédito há uns três meses, a d´vida de 2000,00, passou pra quase 5000,00,recebi uma ligação para eu comparecer a um escritorio e cobrança. e se eu não comparecesse iriam debitar o valor no meu pagamento, este tipo de ameaça pode existir? O que devo fazer?
Cláudia
30 de junho de2009

luzinha disse...

Boa tarde.
Bem estou pagando o valor minimo a um ano e meio...sem fazer nem uma outra compra, apenas pagando o valor minimo.
teve meses em que o valor minimo por ex.era de 300,00 eu paguei 500,00 na esperança de diminuir a divida e assim continuar pagando mais que o minimo,e liquidar a divida.mais nada adiantou, o valor mesmo assim coontinua subir...
porém estou agora com uma parcela sem pagar(valor minimo)não quero entrar em mais emprestimo, a finaceira do cartão já fez proposta de parcelamento com juros abusivos.
minha divida hoje esta em 1,300,e mais de um ano e meio sem fazer compras,vejo que já paguei o que comprei,e agora pago juros e mais juros.
dia 11/07 vai VIR MAIS UMA FATURA, ACREDITO QUE ESTA VAI VIR SEM DIREITO A PAGAMENTO MINIMO,E NEM PARCELAMENTO,SERÁ QUE JÁ VÃO ME CADASTRAR NO SPC SERASA?OU TENTAR UM ACORDO?
O QUE DEVO FAZER?
PENSEI EM PROCURAR O PROCON,OU UM ADVOGADO,MAIS ESTOU COMPLETAMENTE PERDIDA.
OBRIGADA.

Aldineide disse...

Oi Claudia, boa noite!
O escritório de cobrança está apenas ameaçando debitar seu salário, legalmente eles não podem fazer isso se fizerem pagaram muito caro na justiça.
Se você tiver como negociar faça isso, porém em condições que possa honrar o compromisso, caso contrário aguarde uma melhor oportunidade, inclusive com pagamento com desconto.
Sucesso em seu futuro financeiro.

Aldineide disse...

Olá Luzinha, boa noite!

Bem...60 dias sem pagamento certamente você será incluida nos orgãos de proteção ao crédito.
Os juros realmente são abusivos e como você estava pagando o minimo a operadora tem voce como uma excelente cliente pois estava gerando ganhos astronômicos para eles.
Renegocie sim, mas desde que seja em condições coerentes caso contrário espere ou vá ao juizado de pequenas causas ou procon, mas com proposta decidida de pagamento, já sabendo o que oferecer.
Se precisar de mais informações mande email, tem no blog

Geiza disse...

ola,nao sei mais oque fazer, tinha uma conta de uns 600,00 fiquei sem emprego, depois de uns dois meses consegui emprego e liguei para negociar,mas deu uns contratempos e nao consegui pagar o valor real e passei a pagar o minimmo resultado aumentou demais ,liguei e renegociei a divida e paguei apenas dois meses fiquei sem emprego de novo , a minha conta que era de 600,00 esta em 2,300,00 nao quero pagar tudo isso mais oque posso fazer? ainda há algo a se fazer?
obrigada

Aldineide disse...

Geiza, apesar da situação... há solução.
Primeiro descubra qual o tamanho REAL da sua vontade de resolver, lembre-se: "quando queremos uma coisa com muita força o universo conspira a favor".
Os juros de cartões de créditos crescem muito rápido quando começamos a pagar o mínimo e como vc está desempregada e parour de pagar cresce ainda mais rápido.
O melhor caminho para resolver de maneira justa para você é juntar o dinheiro, guardando mensalmente em uma poupança, assim que conseguir um emprego e quando tiver +/- 50% do valor proponha liquidar. Provavelmente eles aceitam.
$ucesso!

fernando disse...

Olá, meu caso é o seguinte, minha divida no cartão é de 1130,00 mes passado paguei o minimo, 200,00 e agora eles mandaram um valor minimo de 470,00 para a mesma divida. já venceu fazem 15 dias. é correto eles pedirem um minimo de quase 50% da divida? ass. Fernando

DIOU37 disse...

BOA NOITE.ALDINEIDE,TENHO 2 CARTOES DE CREDITO E ME ENDIVIDEI COM OS 2...A ALGUM TEMPO Q VENHO PAGANDO O MINIMO,POIS PERDI O EMPREGO EM JULHO....MINHA DIVIDA COM OS 2 CARTOES GIRA EM TORNO DE 8 MIL REIAS...SEMPRE VENHO PAGANDO MAS AGORA O POÇO SECOU,NAO TENHO MAIS DE ONDE TIRAR...O QUE EU FAÇO ATE CONSEGUIR OURO EMPREGO...ESTOU VENDENDO MEU CARRO,MAS O VALOR DE MERCADO É BAIXO E ALEM DISSO TENHO OUTRAS DIVIDAS...SO DISPONHO DE 4 MIL REAIS QUANDO VENDER...DESSE VALOR DE 8 MIL REIAS COM CERTEZA A METADE É DE JUROS...AGUARDO UMA RESPOSTA.OBRIGADO E BOA NOITE.

Aldineide disse...

Diou, o que não tem solução... solucionado está!
Se você só tem R$ 4M para pagar com toda certeza não vai quitar R$ 8M, pelo menos agora.
É provavel que depois de 6 meses ou pouco mais o cartão liquide seu saldo devedor por R$ 4M mas até lá seu nome estará negativado.
Alguns passos:
1) Organize suas finaças, anote tudo que deve e todas as despesas fixa e busque reduzir o máximo.
2) envolva toda família no orçamento pois com a participação dela na montagem do novo orçamento a familia irá colaborá com mais vigor.
3) Reduza todas as despesas ao máximo.
4) Pare de pagar o cartão pois pagando só o mínimo vai aumentar ainda mais os juros e os cartões não negociam.
5) faça uma proposta formal de pagamento do cartão (carta protocolada) para eles terem certeza que sua intensão é pagar e não dar calote.
6) levante todos os extratos do cartão desde quando você começou a pagar só o mínimo e separe o que são juros do que são compras, provavelmente você deve ter continuado comprando mesmo sem ter condições de pagar a compra do mês anterior. Em cima desse valor faça sua proposta mas lembre-se de colocar juros afinal a operadora não é instituição de caridade e a mercadoria dela é dinheiro só não tem que sr juros tão altos. (trabalhe com média de 5% que ainda é alto mas muito menor do que é cobrado atualmente)

No BLOG tem orientações de como organizar suas finanças.
SUCE$$O

Anônimo disse...

Olá. Tenho divida em cartão de crédito e parei de pagar desde Janeiro de 2009.É fato o valor da proposta que vem pelo correio é cada vez menor. No caso, para negociar o PROCON recomendou fazer um calculo regressivo com contador para então entrar no juizado de pequenas causas. No entanto, o valor cobrado pelo contador representa 10 % do valor da divida.Considerando que no Forum levarei de 6 meses a 1 ano indo a audiência entendo que a relação custoxbeneficio é baixa ao entrar no forum. O raciocionio é esse mesmo? Como tenho noção de negociação de divida do que realmente devo pagar nesse caso? Vale a pena entrar na Pequenas Causas. Obrigada e parabéns pelo seu trabalho.

Anônimo disse...

Bom dia!!! Em relação a divida com Universidade.Ao negociar a divida eles propuseram pagamento a vista ou em 2 vezes de 2.000,00 o que foge do meu orçamento.Pensei em fazer financiamento no banco para pagar a universidade a vista quitando a divida.Mas ao mesmo tempo minha faixa salarial não permite financiamentos muito altos pois já tenho financiamento do apto que compromete 38,29 % da renda.O que faço? me meto em outra divida e dou conta de pagar o banco, faço poupança deixo render até juntar um montante para financiar o minino? A universidade poderá cobrar judicialmente sendo que o único bem que possuo é um apto cujo financiamento foi contraido a menos de dois anos?

Aldineide disse...

Em relação a dívida de cartão que deixou de pagar desde janeiro não vale mais a pena você ir ao PROCON, dificilmente você conseguirá melhores condições.
Como você já deixou de pagar há mais de 6 meses a operadora de CC já lançou todo seu saldo devedor em prejuizo (100%) portanto tudo que você pagar para eles será lucro. Esse é o motivo de tanto desconto pois já é recurso dado como perdido e com a chegada do final de ano, fechamento de balanço as proposta para liquidação são excelentes. portanto procure a operadora (ou escritório de cobrança do último boleto) e veja qual a oferta e liquide, mesmo que tenha que conseguir dinheiro emprestado em outro local, com amigo parente, empresa etc.
APROVEITE e saia de uma dívida com bom desconto.
Muito obrigada pelo elogio.

katia disse...

olá,
muito proveitosas as suas dicas;
O meu caso, é o seguinte: tenho duas negociações ccm dois bancos ITAU E SANTANDER, não tenho mais como continuar pagando. Em ambos os parcelamento é de 48 meses. Tenho certeza de que não vou conseguir, pois tenho vários outros acordos mais as despesas da casa. O que fazer?

Aldineide disse...

Oi Kátia o primeiro passo é fazer orçamento, reduzir o máximo suas despesas e fazer sobrar recursos para pagar as dívidas.
Não vai dá para pagar tudo ao mesmo tempo, portanto piorize as dívidas com maiores juros, os credores mais importantes e ir liquidando as dívdas.

Paciência e tudo se resolve.

Quanto a negociação do banco dificilmente conseguirá reduzir mais as parcelas já que foi parcelado em 48 meses.

José disse...

Tenho uma dívida com dois cartões do Itaú e mais uma dívida com o LIS. Um dos Cartões parei de pagar a mais de 8 meses e o outro estou pagando de forma regular, as vezes pago o mínimo outras vezes pago a parcela toda. Agora pretendo regularizar minha situação e ficar em dia com o banco, só que os juros cobrados principalmente do cartão estão altíssimos e eles não querem nem ouvir minha proposta. O que eu faço?

Aldineide disse...

José, as operadora até fazem acordo para liquidação do saldo devedor do cartão oferecendo desconto, porém o cliente deve está sem pagar NADA há mais de 6 meses e depois dificilmente terá o cartão de volta ou alguma operação de crédito com o banco do cartão pois "gerou" prejuizo para eles. Eles normalmente não consideram os juros que você pagou excessivo, consideram "justos" no ponto de vista deles.

Cabe a você saber se vale a pena conseguir os descontos nestas condições, se acreditar que vale e que não quer mais nenhum crédito com o Itaú pare de pagar e vá ao juizado de pequenas causas com uma proposta de liquidação com calculo de juros mais justos.

José disse...

Valeu!
Obrigado pela orientação. Agora tenho condições de escolher melhor a solução para o meu caso.

ana disse...

Aldineide,
Tenho uma divida de 120 mil reais com o Banco do Brasil, fruto de uma negociação onde foi juntada todas as dividas com o banco, cartões e empréstimo.Porém não consegui honrar, o valor da prestação é de 2000,00 em cinco anos Como não paguei nenhum mês fui chamada novamente para negociar.
O que causou a divida inicial um divorcio tmultuado e uma perda salarial de 2.500 reais o que me restou 4.300,00. Com esse valor não consegui me estabilizar gerando outras dividas e descontrole. Quero pagar mas dentro de um valor minimo. O que vc orienta para negociar novamente essa divida mais fortalecida.Ana

Aldineide Rios disse...

Ana, o valor é muito alto mas não é o valor de seu salário que vai determinar como você vai pagar, o que vai determinar é: quanto do seu salário pode ser direcionado para pagar a dívida?
Para saber isso você deve fazer um orçamento listando todas as suas despesas e receitas para daí poder determinar quanto pode ser direcionado para pagar as dívidas. Lembre-se que colhemos o que plantamos e assim suas despesas não podem e não dever continuar no mesmo patamar de antes, deve haver um enxugamento radical para poder sobrar o valor de pagar pois assim como você precisa de recursos financeiros seus credores precisam também receber o que lhe emprestou, independente de como a divida foi gerada.
Quanto mais radical for o corte nos seus gastos mais rápido você sai dessa situação.
Quanto a negociação só adianta fazer quando você souber quanto pode pagar para fazer a proposta a seu gerente, não pode ser valor muito baixo porque a dívida é alta e como você ja negociou uma vez tem uma única dívida grande...
Como trata-se de valor elevado o banco pode lhe cobrar judicialmente e penhorar bens inclusive.

tavinho disse...

qual a melhor maneira para negociar com o Bradesco Cartões, ouvi na televisão no Jornal, que seria cancelar o Cartão e depois negociar. Seria esta a forma melhor a seguir ??? Pois o juros abusivos ao qual devido a falta de Lei especifica que falta neste segmento de cartão de credito é terrivel para a parte mais fraca que somos nós, pobres consumidores iludidos pelos Bancos e Administradoras de Cartões que nos faz de gato e sapato, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, e o poder Administrativo do Pais, nada faz a respeito, é como ver o cachorro do vizinho acabando com o nosso gato e não podemos fazer nada, se não pode sobrar para nós, precisamos de uma Lei especifica para ajudar o CDC , se não cada vez mais e mais, veremos outras pessoas desesperadas assim como a gente, sem saber para onde correr.
Voce aconselha parar de pagar qq valor e depois cancelar o cartão e esperar uma proposta, ou devo tentar renegociar o cartão junto a Adminstradora ???

ana disse...

Tavinho, aqui nesse país a regra é diferente, precisamos dever, para que o banco se digne a tentar negociar com vc, pois ai como já houve meses de divida a tendência é aumentar o total da mesma, então não sobra muita alternativa de negociação, o banco não estende as parcelas, quando diminui o valor quer que seja pago a vista, quem tem a vista não se endívida como eu e vc. Estou ansiosa para saber o que vai acontecer comigo, dia 07 vou novamente negociar com um banco estatal, vc acha que vou sair com vantagem.... com certeza não, por isso vou desistimulada, mas vou, pois quero negociar mas não sentindo que sempre os bancos saem com vantagem.Vou colocar minha proposta se não aceitarem infelizmente vou brigar na justiça. abs Su

tavinho disse...

Oee, Aldineide,
como já coloquei anteriormente a minha insatisfação com o Juros abusivos, extorsivos até mesmo criminosos, isso mesmo pois pelo que a gente verifica na internet, muita e muita gente mesmo tem divida no cartão de crédito, nao existe nenhuma vontade politica para resolver o assunto, ou seja uma LEI especifica para regulamentar este segmento de cartão de credito, é um absurdo, chega ser um caso de policia, aii alquem diz por que entao deixou chegar a este ponto sua divida, porque a gente não espera que a nossa renda entre em crise tambem como a do Brasil, agora que as coisas estão retomando a normalidade, então acumula-se muito mais juros que que a divida propriamente dita e isso é inadmissivel, voce pagar valores muito acima do mercado e pior juros sobre juros, eles não respeitam a Lei da Ussura que existe deste 1933 e que cuida deste assunto de juros sobre juros.
Minha duvida é está, afinal cancelar o cartão mesmo com divida funciona ou não, vi num site que somente atraves do Judiciario que funciona mesmo e é cancelado o cartão, Voce teria esta infomação pra mim, por onde começar para tentar negociar a divida do cartão ????
A gente fica numa duvida cruel, sem saber o que fazer, por favor aguardo resposta. obrigado

Aldineide disse...

Tavinho, a dívida com operadora de cartão de crédito é realmente um absurdo pois os juros são os piores do mercado. Quando você vem pagando o mínimo com todo sufoco do mundo para evitar ir para SERASA e SPC e na esperança de um dia liquidar a dívida as operadoras fazem a festa pois você paga juros enooooormes para eles mas se você quer negociar eles não fazem nada pois para eles você não é inadimplente.
A solução para poder negociar é deixar de pagar totalmente pois assim eles passam a ser obrigados a recolhe compulsórios para o banco central entenda melhor lendo:

http://felizsemdividas.blogspot.com/2009/03/entendendo-dividas-com-bancos.html

Eles realmente entram em desespero pois de grande lucro passa a prejuizo.
DICA: mesmo que você pare de pagar faça uma reserva, como se você tivesse pagando a operadora e deposite numa poupança apartada de sua movimentação, tenha disciplina como se fosse o pagamento de uma parcela e dentro de algum tempo eles vão negociar e a reserva se não der para liquidar vai servir de entrada.

SUCE$$O!

Siul disse...

Estou pagando mensalmente uma renegociação de cartão de credito... Quero quitar a vista essa divida.. Fui ver quanto ficava e não deram desconto nenhum.. Quero saber se tenho direito a desconto pagando a vista essa renegociação já feita.

Aldineide disse...

Siul, teoricamnte sim, você tem direito a dsconto pois quando é feito algum parcelamento há juros nas parcelas e nesse caso se você liquida com antecedência os juros devem ser retirados. A excessão é se a negociação foi sem juros, apenas dividindo o valor principal, não é comum mas existe em casos de dívidas consideradas perdidas.

Giovanna disse...

Oi Aldineide! Nossa, esses seus esclarecimentos caíram do céu!
Estou devendo em dois cartões de crédito. Em um, a fatura que nos mês passado estava 793, agora está perto dos 1.000. Ou outro, que estava em 2.705 agora gira em torno de 3.500, pois não paguei a última fatura. Hoje tenho 2.500,00 em mãos. Qual o melhor procedimento que devo tomar? Devo ir ao Procon para tentar um acordo? Devo ajuntar mais dinheiro e esperar uma proposta do próprio banco?

Aldineide disse...

Oi Giovanna! Que bom que de certa forma pude lhe ajudar... Quanto as suas dúvidas informo que será pouco provável você conseguir algum abatimento da operadora de cartão de crédito uma vez que você vinha pagando regularmente até o mês passado, quando deixou de pagar totalmente. Se for ao procon ou pequenas causas poderá contestar os juros sobre juros que eles vem cobrando e que na realidade é errado, a informações que vc passou são genéricas e vc deve avaliar quanto realmente está disposta a brigar por alguma redução de juros. Se tiver como liquidar liquide logo e resolva de vez essa situação e comece o ano livre de dívidas com cartão de crédito. (juros são realmente caros, mas sua tranquilidade... não tem preço).

Feliz Natal e um maravilhoso ano novo!

Dayene Thina disse...

Ola Aldineide, agora fim do ano tenho uma divida no nome de meu esposo que começou em junho desse mes com 748,00 e agora ja esta em 1259,00, ligamos para renegociar a divida dia 09 e até agora dia 17 nao retornaram, tenho uma quantia ja em mãos para pagar a divida a vista mas nao esse valor de 1259,00, oq faço? vc acha que eu devo procurar o procom ja que eles nao dão resposta? obrigada

Vanda disse...

Olá, sempre paguei direito os cartões, mas ultimamente tenho pago metade dos valores, e tenho percebido juros altos demais, minha última fatura venceu em 16/12 valor de 5.700,00 cartão Brasil visa, só de juros foi 650,00 no valor de 4.500,00 anterior. Não aceito pagar esse valor....vou ligar pra eles e dizer pra cancelar meu cartão e se não abaixarem os juros também não vou pagar...o que vc me diz disso?
Não sou caloteira, mas acho que já paguei juros demais para esse banco.

Anônimo disse...

fiz um emprestimo no banco no valor de 5400,00, paguei 7 parcelas no valor de 240,00. Agora estou pagando essas parcelas de traz pra frente, a ultima foi no valor de 88,00 a antepenultima np balor de 90,66 oi subindo uns 3 reais cada parcela.. paguei 7 parcelas assim.. se eu esperar uma semana sem parar mais parcelas assim de traz pra frente sera q o valor da ultima vai cair pra 88,00 novamente? pq se eu pagar a vista esse emprestimo eu iria pagar 5200,00 as 7 parcelas de 240,00 que já paguei baixou só 200,00 do valor do emprestimo total, achei um roubo isso.

Aldineide Rios disse...

Oi amigo, são poucos bancos que permitem a liquidação das parcelas da última para a primeira.
O desconto que você está tendo é refente a retirada dos jutos que já estão alocadas nas parcelas, como a última faltam MUITOS dias para chegar até ela os juros descontados são maiores.
Se você deixar de pagar não terá uma parcela novamente de R$ 88,00 porque o prazo que falta para ela vencer é menor. por exemplo: faltavam 380 dias para o pagamento da última parcela e agora faltam 300 dias para o pagamento da que ficou sendo a última, por isso que o desconto é menor.
As primeiras parcelas tem montante (a parte que é do principal) alta e juros baixo, as últimas tem montante banixo e juros altos.

thales disse...

Aldineide, muito obrigado pelo que voce tem postado, tem sido realmente de agrande ajuda. aprendi muito no pouco que li. Tenho um cartão do banco do brasil, que a divida no inicio era de 500 reais, apesar de ja ter dado mais do que isso (tenho certeza), minha divida hoje é de 900 reais..pq fiquei uns 3 meses sem pagar alternadamente, e as parcelas com isso, lógicamente só aumentaram, mais sempre venho pagando o valor "minimo"..que só parece aumenta minha divida.
A minha pergunta mesmo é a seguinte: devo cancelar o cartão para esperar uns 6 meses (até eles entrarem em contato comigo)..ou não cancelo o cartão, pois assim ainda serei cliente deles, e essa provavel negociação só aconteceria dessa forma. (Pq se eu cancelar o cartão não prejudica de alguma forma, alem de não ter mais "crédito" com o banco??..Pq isso pra mim não importa, quero saldar minha divida, agora nao tenho o valor total dela, mais daqui uns 6 meses teria esse valor..(900 reais)..mais até la a divida não estaria mais 900...o que devo fazer??..desde ja obrigado!

Aldineide Rios disse...

Thales, pagar o mínimo do cartão é o pior dos negócios pois a dívida só vai aumentar.

No seu caso, se for possível, busque um empréstimo fora e liquide o cartão, como você está apertada parcele no máximo possível e logo que tiver uma folga vá antecipando as parcelas pois assim vc tem desconto.

Se não tiver como fazer empréstimo fora tente negociar com o cartão mais para isso vc terá que parar de pagar e com isso os juros naturalmente serão acumulados.

Se você optar em parar totalmente de pagar deve fazer uma reserva, equivalente ao valor mínimo do cartão que vc já estava pagando depositando numa poupança LONJE de onde vc movimenta e ser MUITO disciplicada para isso. Vc precisará de reserva e hoje está utilizando para pagar e está passando, apertada mas está. Assim tem que manter o mesmo pagamento só que num reserva.

patricia disse...

como posso negociar o meu cartão de crédito, pois o valor real de dividas do cartão é de R$ 600.00, no entanto passei por alguns problemas e parei de paga-lo, todas as negociações da parte do banco foram de juros abusivos, pois querem que eu pague cerca de R$ 8.000,00, isso é um absurdo pra mim, o que faço, pois preciso ter o meu nome limpo, más nessas condições é impossível pagar.
Patrícia - Campo Grande/MS.
E-MAIL: tycynha_34@hotmail.com

Aldineide Rios disse...

Oi Patricia, boa tarde!

A distancia está muito grande de R$ 600,00 para R$ 8.000,00....
Quando você deixou de pagar seu cartão de crédito? Você lembra quanto foi a compra? você vinha pagando o mínimo?

Bem... não tenho muitas informações para te ajudar mas vamos lá pelo que tenho.
Se vc deixou de pagar há muito tempo (> de 6 meses) pode fazer uma proposta de liquidação a vista e ai sim vc terá desconto bem interessante, mas se por acaso vc for querer parcelar não terá desconto e ainda por cima terá de pagar mais juros ainda.

Para fazer a proposta verifique qual era o saldo devedor quando vc deixou de pagar e em cima do valor atualize numa taxa que considere justa e faça a proposta a operadora de cartão, provavelmente eles irão aceitar.

Anônimo disse...

Bom dia! Tenho uma dúvida simples, mas não encontrei resposta em nenhum site... meu cartão vence todo dia 20; estou muito apertado esse mês e devo pagar só o mínimo. No dia 5 do mês que vem vou receber um dinheiro extra de PLR e gostaria de quitar o saldo devedor sem ter que esperar o próximo dia 20 (metade dos juros). Isso é possível? A operadora do cartão é obrigada a emitir outra fatura, ou pelo menos me passar um código de barras pra eu pagar o restante? Como funciona nesse caso?
Grato,
Anderson - Brasília - DF

Aldineide disse...

Oi Anderson, boa noite!

Bem isso é bem simples... você pode sim pagar pagar o restante do saldo devedor e com isso naturalmente você pagará menos juros pois só será calculado até o dia que ficar saldo devedor, ou seja até o dia 5 quando você receber o PLR.
A operadora não emite nem outra fatura e nem código de barra pois isso só ocorre no fechamento da fatura mas você faz pagamento avulso diretamente no caixa do banco, se seu cartão não está ligado a nenhum banco pergunte a operadora qual o banco credenciado para recebimentos avulsos.
Suce$$o!

DIOU37 disse...

DIOU37 disse...

BOA NOITE.ALDINEIDE,TENHO 2 CARTOES DE CREDITO E ME ENDIVIDEI COM OS 2...A ALGUM TEMPO Q VENHO PAGANDO O MINIMO,POIS PERDI O EMPREGO EM JULHO....MINHA DIVIDA COM OS 2 CARTOES GIRA EM TORNO DE 8 MIL REIAS...SEMPRE VENHO PAGANDO MAS AGORA O POÇO SECOU,NAO TENHO MAIS DE ONDE TIRAR...O QUE EU FAÇO ATE CONSEGUIR OURO EMPREGO...ESTOU VENDENDO MEU CARRO,MAS O VALOR DE MERCADO É BAIXO E ALEM DISSO TENHO OUTRAS DIVIDAS...SO DISPONHO DE 4 MIL REAIS QUANDO VENDER...DESSE VALOR DE 8 MIL REIAS COM CERTEZA A METADE É DE JUROS...AGUARDO UMA RESPOSTA.OBRIGADO E BOA NOITE.
22 de setembro de 2009 20:46 Aldineide,como vc leu,postei em setembro...parei de pagar os cartoes,porem nao fiz nenhuma proposta.Ainda estou desempregado,e , nessa semana recebi um telefonema de um escritorio de Porto Alegre,dizendo que a operadora do cartao estava entrando com uma açao judicial...e agora?...como devo proceder?a divida gira em torno de 11 mil reais somando os 2 cartoes...mandaram propostas de parcelamento de 16 parcelas de 720 reais por mes...mas o maximo q consigo pagar é no maximo 200 por mes fazendo bicos...os juros sao exorbitantes,acho q 4 mil reais ,aproximadamente,é o q devo,o resto sao juros...desculpe pelo texto longo,mas realmente preciso de ajuda...obrigado e parabens pelo trabalho q tem feito...grande abraço.

Anônimo disse...

Olá Aldineide,
Perdi o controle do meu cartão de créito, e por um tempo paguei apenas o mínimo. Mas percebi q os juros só almentavam e q estava jogando dinheiro fora pagando o mínimo. Então pesquisei um pouco sobre isso na web e percebi q a maior parte dos especialistas aconcelham parar de pagar, ao menos por 2 meses, para negociar a dívida com o cartão. Fiz isso, e agora q fazem 60 dias q nao pago, entrei em contato com a operadora do cartão para negociar. Mas a negociação de mostrou inviável. Não foi dado nenhum abatimento nos juros e eles se mostraram inflexíveis. Minha dívida esta em torno de 8 mil, sendo q apenas 2.500,00 é referente a compras. O restante é juros. A proposta do cartão foi pagar o mínimo de 1.400,00 até o vencimento (17/03) e dividir o restante em 12X657,00, com taxa de juros de 2,99%. Não sei o q faço pq se aderir a este financiamento eu terei dado 7.500,00 aproximadamente ao cartão. Fiz uma contra proposta, mas eles nao aceitaram. Agora nao sei o q fazer! Temo não aderir a proposta e a divida aumentar ainda mais e nao poder pagar, mas ao mesmo tempo nao sei se esperasse mais um pouco se eles melhorariam a proposta. Tb pensei em juntar o dinheiro e assim q tiver com uma boa quantia, tentar pagar a vista. O q faço???

Aldineide disse...

Bem, você agora está pagando o preço pelo seu erro, é difícil, complicado mas faz parte do jogo, faz parte da vida. Quando erramos devemos assumir as consequências e aprender para nunca mais cair no mesmo erro.

Juros você vai pagar muito dependendo da escolha um pouco mais.

Suas Opções:
1) PARCELAR O DÉBITO
vantagem:
- Sai imediatamente da Serasa
- Livra-se da dor de cabeça de ter alguém cobrando
- Dependendo de sua formação livra-se do peso de dever a alguém
- Quando liquidar fica com o cadastro limpo para continuar a vida normalmente (com mais experiência e cautela)
desvantagem:
- paga mais juros
- fica com compromisso por 12 meses (se entrar recursos extras pode liquidar antes com desconto)
2)JUNTAR DINHEIRO PARA LIQUIDAR A VISTA
vantagem:
- vai pagar menos juros
desvantagem:
- Terá os cobradores "enchendo o saco" com cobrança
- Deverá ter muita disciplina para juntar o dinheiro para quitar
- Ficará com o nome sujo por muito tempo
- Quando liquidar ficará com o nome em "lista negra" por ter sido mau pagador levou a empresa a "prejuízo" - eles não contabilizam os juros que vc pagaou anteriormente só os do ato da liquidação.

Bem... aí estão as opções, a escolha correta depende de pessoa para pessoa.
O prazo médio para eles lhe oferecerem descontos interessantes será no final do ano, de novembro para dezembro pois já terá decorrido mais de 180 dias e estará próximo a virada de semestre e com isso balanço.

Sucesso em sua escolha.

DIOU37 disse...

BOA NOITE.ALDINEIDE,TENHO 2 CARTOES DE CREDITO E ME ENDIVIDEI COM OS 2...A ALGUM TEMPO Q VENHO PAGANDO O MINIMO,POIS PERDI O EMPREGO EM JULHO....MINHA DIVIDA COM OS 2 CARTOES GIRA EM TORNO DE 8 MIL REIAS...SEMPRE VENHO PAGANDO MAS AGORA O POÇO SECOU,NAO TENHO MAIS DE ONDE TIRAR...O QUE EU FAÇO ATE CONSEGUIR OURO EMPREGO...ESTOU VENDENDO MEU CARRO,MAS O VALOR DE MERCADO É BAIXO E ALEM DISSO TENHO OUTRAS DIVIDAS...SO DISPONHO DE 4 MIL REAIS QUANDO VENDER...DESSE VALOR DE 8 MIL REIAS COM CERTEZA A METADE É DE JUROS...AGUARDO UMA RESPOSTA.OBRIGADO E BOA NOITE.
22 de setembro de 2009 20:46 Aldineide,como vc leu,postei em setembro...parei de pagar os cartoes,porem nao fiz nenhuma proposta.Ainda estou desempregado,e , nessa semana recebi um telefonema de um escritorio de Porto Alegre,dizendo que a operadora do cartao estava entrando com uma açao judicial...e agora?...como devo proceder?a divida gira em torno de 11 mil reais somando os 2 cartoes...mandaram propostas de parcelamento de 16 parcelas de 720 reais por mes...mas o maximo q consigo pagar é no maximo 200 por mes fazendo bicos...os juros sao exorbitantes,acho q 4 mil reais ,aproximadamente,é o q devo,o resto sao juros...desculpe pelo texto longo,mas realmente preciso de ajuda...obrigado e parabens pelo trabalho q tem feito...grande abraço.

Aldineide disse...

Antes de qualquer coisa muito obrigada pelas palavras de insentivo. valeu!
-
Bem Diou, na ocasião passei algumas orientações, você seguiu? o que foi feito?
Na ocasião eram R$ 4.000 para pagar os cartões e de lá pra cá você tinha condições de depositar um valor pequeno por mês, foi feita a reserva?
Acionar juridicamente é muito provavel que eles não façam é apenas pressão dos escritórios de cobrança e se fizerem pode até ser melhor para você pois poderá parcelar em condições mais justas. Duvido muito que eles acionem.
Agora... sua parte tem que ser feita.
Você tem que se preparar financeiramente para fazer uma proposta de liquidação e deverá ficar em torno de 60% a 70% do valor que você devia quando deixou de pagar.
Se eles lhe fizessem a proposta de liquidar com R$ 5M você teria? teoricamente era para ter já que foi em setembro que você tinha os R$ 4M.
Pense nisso e prepare-se para liquidar a vista a essa altura do campeonato é a melhor saída.

DIOU37 disse...

Aldineide,mas uma vez te peço ajuda...hoje recebi uma ligaçao do operadora dizendo q um cartao,o mastercard, ja tinha ido para o escritorio de cobrança a alguns dias e hoje estavam mandando o cartao visa para o mesmo escritorio,inclusive me deram o numero pra mim ligar...eu disponho apenas de 4 mil reais para saldar essa divida...estou fazendo uns bicos q mal da para me sustentar,entao nao posso assumir parcelamento...qual o procedimento deles agora?o q vc acha? devo esperar?devo fazer uma proposta?desculpe se tenho tomado seu tempo,mas realmente estou precisando de uma luz...grande abraço...

Aldineide disse...

Bem amigo nem tudo é mau. Os escritórios de cobrança tem mais autonomia em conceder descontos, eles tem interesse em receber pois só são remunerados pelo valor recebido de fato, assim para eles é melhor receber algum valor do que não receber nada.
Por enquanto não tome nenhuma atitude, aguarde eles lhe ligarem. Pelo valor devedor após o desconto a dívida ainda será superior a R$ 4.000,00 por isso vá fazendo sua reserva conforme suas condições. Você informou que pode arcar com uma parcela de R$ 250,00 portanto vá guardando esse valor mensalmente como se fosse uma negociação formal com a operadora.
Quando o escritório ligar diga que vai tentar junto com parentes o valor para liquidar a vista e ofereça os R$ 4.000,00 e diga que não vai assumir nenhuma parcela por não está com emprego no momento.

Sucesso!

(eles devem ligar +/- final de maio pra junho, época de fechamento de balanço das operadora e com isso querem resolver o maior número de casos possíveis)

Anônimo disse...

Boa noite,deixei de pagar meu cartão de credito,pois não tinha dinheiro para pagar,agora eu tenho o dinheiro para quitar a divida,mais me informaram que o cartão foi cancelado,que tenho que pagar a divida e solicitar um novo cartão.Você acha que o banco vai me dar um novo cartão?O banco é Itáu e o cartão é internacional.Obrigada.

Aldineide disse...

Bem, amiga acho difícil o Itaú lhe da novo cartão, pelo menos por enquanto.
Os bancos analisam o histórico para concessão de novo crédito e como você foi inadimplente...demorará um pouco mais a conseguir novo cartão. Procure fazer outro cartão de nova operadora.

léia disse...

Boa noite Aldeneide gostei muito das suas dicas...mas estou enrolada com cartão de credito, bom minha divida hoje é de 2 cartões um no valor de 5.774,00 e outro com 3.021,56 está com atraso de mais de 55 dias eles me fizeram uma proposta com juros de 4.4 am ,em 36 meses,mas o pior é que q ainda tenho mais 2 emprestimos 1 acaba em novembro de 2010 e outro que termina no final de 2011 juntas somam 657,00 a parcela....bom minha duvida é ,será que compensa eu cancelar o cartão e ir guardando o dinheiro pra tentar quitar ou faço os parcelamentos ....como eu saberei que eles não vão cobrar juros abusivos...estou perdida não sei o que faço pois fiz as contas em 36 meses vou pagar mais de 18.000,00 de cartão ...não sei se minha situação tem jeito ...mas agradeço desde já.

Aldineide disse...

Olá Leia!
Bem, os juros do parcelamento do cartão de crédito de 4,4% não é o dos mais baixos mas não será fácil você encontrar outros sem muita briga e sem ficar com o nome negativado por muito tempo. Analise o que é melhor para você.
Se você tem condições de pagar o parcelamento faça pois provavelmente ficará com a cabeça muito mais tranquila.

Marcia Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcia Oliveira disse...

Pago o mínimo pois o meu cartão de crédito está vinculado a minha conta corrente e se eu não pago eles debitam o valor no meu pagamento. Neste caso o que devo fazer?

Aldineide disse...

Márcia,
Ligue para a operadora do cartão de crédito e peça para o pagamento de seu cartão passar de débito em conta para fatura.
Você não é obrigada a pagar através de débito em conta.

OBS: se você parar de pagar o cartão a situação ficará complicada com negativação, dores de cabeça com dívidas crescendo rápido etc. O melhor é você tentar um empréstimo no banco e liquidar o cartão.

Marcia Oliveira disse...

Gostaria de pedir mais uma informação:vou ter condições de pagar 70% da dívida em junho.Será viável pagar o mínimo ou esperar esse período para?

Aldineide disse...

Marcia, neste caso pague o mínimo senão os juros serão maiores.
Como disse, se puder conseguir um empréstimo para liquidar o cartão faça, mesmo que em junho você liquide antecipadamente.
Quando você não paga o mínimo do cartão ganha multa além dos juros.

Anônimo disse...

Olá Aldineide !

Em 2008 fiz um emprestimo no BB,e logo em seguida renovei este emprestimo..o valor total ficou
R$3.130,00,inesperiente e necessitando de dinheiro, dividi em 84x,venho pagando as parcelas de R$100, e pouco,todo mês..Mas em março de 2011 meu contrato vai acaba..E tb sei que até quitar essas 84 parcelas,vou pagar muuuito mais do que peguei emprestado..O que me aconselha a fazer?? Adiantar as ultimas parcelas pode me ajudar a diminuir esse valor final??

Anônimo disse...

Olá Aldineide !

Em 2008 fiz um emprestimo no BB,e logo em seguida renovei este emprestimo..o valor total ficou
R$3.130,00,inesperiente e necessitando de dinheiro, dividi em 84x,venho pagando as parcelas de R$100, e pouco,todo mês..Mas em março de 2011 meu contrato vai acaba..E tb sei que até quitar essas 84 parcelas,vou pagar muuuito mais do que peguei emprestado..O que me aconselha a fazer?? Adiantar as ultimas parcelas pode me ajudar a diminuir esse valor final??

Aldineide disse...

Olá amigo, a estratégia foi correta. Quando se tem uma dívida e a situação aperta é melhor parcelar no máximo possível para as parcelas ficarem em valores coerentes com o orçamento e não venha a esquentar a cabeça, afinal de cabeça quente ninguém funciona direito.
Mas... a estratégia só será realmente boa se quando tiver condições de pagar começa a antecipar as parcelas.
Assim, se você tem condições de pagar comece imediatamente a antecipar as parcelas pois receberá descontos por antecipação.
Tem bancos que deixa pagar as parcelas de tras para frente, outros só deixam pagar na sequência.
Independente de como seu banco aceite comece a antecipar.

SUCESSO E BONS NEGÓCIOS.

Anônimo disse...

Poxa , muuito obrigada pela orientação.Sucesso p vc também.

Anônimo disse...

Bom dia! Estou encalacrada em 4 cartões de crédito, devo parar de pagar o valor mínimo? Qdo. seria incluída no Serasa? Após qto. tempo eles farão contato para tentarem receber? Depois de quitado os débitos meus cartões serão cancelados?
Me ajuda por favor, não sei mais o que fazer.
Não consegui seu e-mail, vc. poderia me informar para tirar mais algumas dúvidas. Deus te abençôe pela sabedoria!

Anônimo disse...

Aldineide, bom dia!

Contratei um infeliz de um construtor, mas o mesmo não honrou com o compromisso, fiz o pgto. total da obra, porém o mesmo entregou apenas nos tijolos.
Fiz contratos e recebidos, mas não em cartório. Esses documentos possuem algum valor? Tenho como recorrer e tentar receber esse prejuízo. Estou atolada em dívidas e ainda tomesi esse grande prejuízo.
O que devo fazer tenho muitos débitos com bancos, financeira e o pior cartões de crédito.
Já pensei em várias besteiras, porém tenho filhas que dependem de mim. Conto com sua resposta.
Obrigada,

Anônimo disse...

oi Aldineide,boa noite.Tenho uma divida de quase 6000,00 com um cartao que parei de pagar quando fiquei desempregado em agosto do ano passado.Um escritorio de cobrança tem me ligado e,hoje me fizeram uma proposta de parcelamento em 15 vezes de 390,00 reais ou 3970,00 a vista.So disponho de 2000,00 ,que é um financiamento disponivel pra minha mae que ela ia me repassar...eles dizem que a operadora do cartao nao vai aceitar...o que vc me aconselha? esperar eles abaixarem a proposta ou pagar esses 2000,00 e ficar devendo o resto? espero que me ajude com um conselho ou me de outra ideia...obrigado e parabens pelo trabalho...

Aldineide disse...

Bem para seu caso que deve 4 cartões e não está só pagando o mínimo e aumentando as dívidas...
Bom dia!
Antes de qualquer coisa não se desespere porque tudo tem solução e se não tem já está solucionado.
Você não informa suas condições de pagamento mas, se continuar pagando o mínimo a dívida vai crescer muito e chegará um momento que você vai parar de pagar por falta de condições.
Senão pagar o mínimo em 30 dias vai ter o nome negativado eincluído na SERASA.
Quando deixa de pagar dependendo da operadora depois de 90 dias eles começam a ligar para parelar mas sem propostas interessantes para você só para eles. no final do ano provavelmente eles ligarão para fazer uma proposta melhor de liquidação, antes disso muito dificil e até lá você ficará com o nome "sujo".
Se tiver como tomar empréstimo na conta corrente para liquidar o cartão é muito melhor e muito mais barato.
Aparentemente vc tem o nome limpo e cadastro para tomar empréstimo no banco. Se liquidar cancele os cartões fique apenas com um e com limite que você tenha condições de pagar no final do mês, não importa o limite que a operadora acha que você merece, vale o que você terá realmente condições de pagar.
Esqueça a opção de guardar um cartão com bom limite para emergência, cartão não é poupança e não é para esse fim.
Você vai ter que apertar o cinto para liquidar as dívidas e eliminar juros do seu caminho, viverá com mais folga.

Aldineide disse...

Olá, bom dia! Bem...Não entendo muito de direito mas se você tem um contrato mesmo que ele não tenha registrado em cartório tem algum valor pois você tem vários outros meios de comprovar o que ocorreu e o contrato será mais uma peça do processo, não perca tempo e procure imediatamente a justiça, seja através de advogado particular ou sistema público agora acelere e não deixe o tempo passar.
Quanto as suas dívidas:
- faça um orçamento para ajustar suas despesas, fazendo cortes (é o preço).
- Busque renegociar as dívidas com maiores juros (cartão e ch especial)
- Se não tiver o que fazer... simplesmente não faça nada deixe o tempo passar e vá brigar juridicamente com o construtor e pagando o que for possível, se ninguém aceitar parcelar, parcele você mesma fazendo depositos mensais em uma poupança para dá de entrada ou mesmo liquidar no futuro.
Sucesso e muita calma, tudo se resolve e se não tiver nenhuma opção já está resolvido.
Pense nisso e em suas filhas.

Aldineide disse...

Se a operadora do cartão não aceitar sua proposta, espere uns 15 dias e então aceite o parcelamento de 390,00 você se livrará da dívida, ou caso contrário você também poderá fazer uma contra proposta de R$ 2.500,00 ou R$ 3.000,00 vai valer a pena. Final de semestre normalmente eles querem resolver. tem que ser até o final de junho, pois bancos fecham balanço agora.

Anônimo disse...

Não sei se vc pode me ajudar nessa duvida, mas é assim.. eu estava fazendo um curso e parei sem trancar a matricula, ai as duas parcelas seguintes foram protestadas, passou um tempo.. paguei essas duas parcelas e limpei meu nome no cartorio.. fui trancar o curso, e eles disseram que não podia mais ser trancado, pois o curso já havia terminado a turma que eu tinha entrado e isso estava em contrato. Ent~eo cheguei em um acordo com eles que voltaria a fazer o curso quando as coisas melhorassem pra mim, mas até agora a minha situação não mudou, e eles estão me cobrando pra mim pagar o restante ou para voltar parao curso e ficar pagando mensalmente o restante da divida, e para mim ir até a escola assinar uma confissão de divida.
Minha duvida é, eles podem me cobrar assim e eles podem até sujar meu nome, sendo que eu já limpei uma vez, sera que eles só podem me cobrar judicialmente se eu assinar essa confissão de divida?

Anônimo disse...

BOM DIA!
Meu marido está com a vida toda enrolada em dívidas e não tenho como ajudar, porque ja assumo a casa e os filhos sozinha.
Ele deve 4 parcelas para Finasa de carro.
4 parcelas para caixa de empréstimo para construção
O itaú 1000,00 e outras que ainda não sei.
Tenho medo da financeira tomar o carro dele. O que devemos fazer.
A CEF o irmão foi avalista e não podemos prejudicá-lo.
O Itaú, cheque especial.

Ajuda-nos, por favor.

Obrigada.

Anônimo disse...

URGENTÍSSIMO!!!
Meu marido está com a vida toda enrolada em dívidas e não tenho como ajudar, porque ja assumo a casa e os filhos sozinha.
Ele deve 4 parcelas para Finasa de carro.
4 parcelas para caixa de empréstimo para construção
O itaú 1000,00 e outras que ainda não sei.
Tenho medo da financeira tomar o carro dele. O que devemos fazer.
A CEF o irmão foi avalista e não podemos prejudicá-lo.
O Itaú, cheque especial.

Ajuda-nos, por favor.

Obrigada.

Anônimo disse...

Bom dia!
Tenho uma grande dívida com cartões de crédito.
Posso entrar com uma Ação Judicial (Revisional)?
Qto. custo esse processo?
É melhor deixar de pagar o mínimo e pagar qdo. as prestadoras entrarem em contato ou Ação judicional Revisional?

Conto com sua resposta.

Obrigada,

Josenildo disse...

Boa noite, D. Aldineide.
Estava com alguns cartões pendurados. Peguei um pequeno empréstimo, negociei com os que tinham menores valores, negociei e quitei. Só sobraram três "astronômicos" que são o Ibi Master, Ibi C & A e o Citicard. E um deles me ameaçou penhorar meus bens. Quase não dormi direito. Eles juntos somam mais ou menos R$ 15.000,00. Liguei pra lá, mas mesmo assim, a parcela não se encaixa com o que posso pagar. Pois teria que "passar fome". Que devo fazer? Fui obrigado a deixar de pagar, por motivo de aumento de despesas e poder aquisitivo do meu salário. Tenho conciência e tenho e quero pagar. Só nas minhas condições. O que me aconselha?
Desde já, agradeço pela atenção.

Anônimo disse...

Oi Josenildo, boa noite, desculpe a demora.

Se os cartões não fazem parcelamento dentro de seu orçamento, então não pague no momento, vá depositando o valor que você pode por mês de forma regular e disciplinada para em um futuro próximo poder quitar com desconto bem atraente. por exemplo: todo mês no dia 10 deposite R$ 300,00 e vá fazendo isso regularmente sem atrasar e nem deixar de depositar um único mês. Se fosse um parcelamento você não iria depositar? então... deposite e quite com desconto.
Em breve eles ligarão para você e vão oferecer desconto para você poder quitar.

Aldineide disse...

Oi Josenildo, boa noite, desculpe a demora.

Se os cartões não fazem parcelamento dentro de seu orçamento, então não pague no momento, vá depositando o valor que você pode por mês de forma regular e disciplinada para em um futuro próximo poder quitar com desconto bem atraente. por exemplo: todo mês no dia 10 deposite R$ 300,00 e vá fazendo isso regularmente sem atrasar e nem deixar de depositar um único mês. Se fosse um parcelamento você não iria depositar? então... deposite e quite com desconto.
Em breve eles ligarão para você e vão oferecer desconto para você poder quitar.

Anônimo disse...

URGENTÍSSIMO!!!
Meu marido está com a vida toda enrolada em dívidas e não tenho como ajudar, porque ja assumo a casa e os filhos sozinha.
Ele deve 4 parcelas para Finasa de carro.
4 parcelas para caixa de empréstimo para construção
O itaú 1000,00 e outras que ainda não sei.
Tenho medo da financeira tomar o carro dele. O que devemos fazer.
A CEF o irmão foi avalista e não podemos prejudicá-lo.
O Itaú, cheque especial.

Ajuda-nos, por favor.

Obrigada.

Anônimo disse...

Bom dia!
Tenho uma grande dívida com cartões de crédito.
Posso entrar com uma Ação Judicial (Revisional)?
Qto. custo esse processo?
É melhor deixar de pagar o mínimo e pagar qdo. as prestadoras entrarem em contato ou Ação judicional Revisional?

Conto com sua resposta.

Obrigada,

Anônimo disse...

URGENTÍSSIMO!!!
Meu marido está com a vida toda enrolada em dívidas e não tenho como ajudar, porque ja assumo a casa e os filhos sozinha.
Ele deve 4 parcelas para Finasa de carro.
4 parcelas para caixa de empréstimo para construção
O itaú 1000,00 e outras que ainda não sei.
Tenho medo da financeira tomar o carro dele. O que devemos fazer.
A CEF o irmão foi avalista e não podemos prejudicá-lo.
O Itaú, cheque especial.

Ajuda-nos, por favor.

Obrigada.

Aldineide Rios disse...

Bem, para você ajudar seu marido a sair dessa situação tem que fazer um levantamento de todas as receitas da família, todas as despesas fixas e analisar onde poder ser cortado para gerar recursos para pagar.
Infelizmente como a situação está toda enrolada o que você tem que fazer é gerar recursos para pagar as dívidas, ou cortando despesas ou conseguindo receita extra.
O principal agora é o carro para evitar busca e apreensão.
Como não será possível pagar todas as dívidas ao mesmo tempo pague as mais graves, como o carro.
Veja a possibilidade de refinanciar o carro em mais tempo ou trocar o financiamento deste carro por um mais barato.
Veja que as informações que estou passando são genéricas pois não tenho detalhes de sua situação.

Aldineide Rios disse...

Bom dia!
Tenho uma grande dívida com cartões de crédito.
Posso entrar com uma Ação Judicial (Revisional)?
Qto. custo esse processo?
É melhor deixar de pagar o mínimo e pagar qdo. as prestadoras entrarem em contato ou Ação judicional Revisional?
Olá amigo, suas perguntas são mais jurídicas do que financeira.

Responderei as financeiras.
Quando você deixa de pagar o mínimo do cartão você tem seu nome incluido na serasa após 30 dias de inadimplência e depois de vários meses a operadora do cartão oferece liquidação com desconto, porém até chegar esse momento você ficará com o nome negativado e com o saldo devedor crescendo devido aos juros.
Após 60 dias sem pagar nada você pode entrar em contato com o cartão e buscar parcelamento ou tomar empréstimo bancário que tem juros muito menores que os do cartão e liquidar o cartão e ficar pagando o empréstimo.
Quanto a entrar com ação judicial para revisão todos que acham que estão sendo lesados tem o direito de solicitar revisão, caberá ao juiz decidir se sua solicitação tem ou não fundamento.

Anônimo disse...

Obrigada pela resposta.
Vc. me ajudou mto., porém não consigo empréstimos pq. meu nome está incluso no Serasa, já recebi a carta.
Não tenho como pagar os cartões mesmo.
Teria idéia de qto. tempo eles me procurarão para tentar negociar com valor atrativos ou cabíveis em meu orçamento.

Mto. obrigada,

Anônimo disse...

Obrigada ADENEIDE!

O carro já é velho, acredito que não conseguiremos trocar por um mais barato ainda.
Qto. a redução de despesas, já estou fazendo o que posso.
Ajudo-o sempre que posso, mas minhas despesas tb. são mto. altas.

Obrigada,

Anônimo disse...

DESCULPE-ME!
Me referi à vc. com nome errado.

Mil perdões senhora Aldeneide!

Anônimo disse...

Sarah

Seguinte, estava com um debito de 1.500 no cartao de credito, parcelei em 4 vezes num acordo e paguei certinho, esse mes era a ultima parcela, porém, nao conseguir o dinheiro e só terei no começo do proximo mes. ja liguei no banco pra tentar negociar uma data, mas me informaram q por ser acordo nao tem como mexer em nada, q pode ocorrer do acordo expirar e eu ter a divida toda de volta, mesmo o que ja paguei. Acho isso um absurdo e uma falta de consciencia por parte deles, a gente se esforça pra pagar mas eles nao podem ter um minimo de paciencia. O que faço nesse caso, estou desesperada só de pensar q estava quase livre da divida e tudo pode voltar...

Anônimo disse...

ola fiz um acordo com uma prestadora de cartao de credito em 13 parcelas de 228,00 ja paguei 04 parcelas e agora quero quitar a divida antecipadamente liguei no banco e eles me informaram que eu nao tenho direito a desconto algum por querem quitar antecipadamente. sera que eu tenho direito ao desconto no pagamento antecipado do valor ou o banco esta correto nessa atitude?

Ge disse...

de: Geysa

Olá,
O meu caso é o seguinte: estou com uma dívida no cartao de crédito de 2.160,00, sendo que o mês anterior eu não paguei e agora chegou a este valor, fora que eu tenho também um curso que está há quase 30 dias em atraso: R$ 160,00 e uns carnês de loja. Meu problema é o cartão de crédito, quero uma dica para negociar e refinanciar este valor, como faço para conseguir? Eu posso pagar até R$ 200,00 desta dívda (fora minhas compras que estão à vencer). Tenho certeza que vou ligar lá e vão fazer de tudo para que eu desista, pois é cartão de Finninvest, acho que a pior financeira para este caso.

primeiro disse...

Tenho um empréstimo pessoal em um banco, que eu vinha pagando em dia pois é com desconto automatico em minha conta corrente,tive muitos problemas e entrei no cheque especial, eu tambem tenho dívida de cartão de crédito,que eu tambem vinha pagando o mínimo, estou tentando negociar, mas eles colocam tudo junto e alegam que a parcela fica além de 30% do meu salário e não dá. Só que eu não estou recebendo nada de salário pois meu pagamento cai na conta e só da pra pagar os juros e tive o nome inserido no serasa. Não tenho como pagar o cartão.O que eu faço? Tentei transferir meu pagamento para outro banco e me disseram que não posso pois o contrato do empregador não permite.

Aldineide Rios disse...

Olá Primeiro você tem algumas opções, vamos lá!
1) Se tem opção de fazer empréstimo consignado faça imediatamente e liquide o cheque especial e o que for possível do cartão de crédito.

2)Peça empréstimo em outro local, pode ser outro banco, se não tem conta abra uma e peça empréstimo para LIQUIDAR o cheque especial e CANCELE imediatamente, isso vai fazer com que seu salário fique livre.

3) Se não conseguir o empréstimo fora tente negociar com o banco parcelando no maior número de parcela possível de forma que a prestação caiba em seu orçamento.

4)Se não conseguir nenhuma das opções procure uma financeira, as taxas de juros são elevadas mas ainda é menor que os juros do cheque especial e você tem a opção de liquidar antecipadamente quando tiver folga de caixa.

TUDO ISSO SÓ VAI DAR CERTO SE VOCÊ FAZER SEU ORÇAMENTO E ORGANIZAR SEUS GASTOS.

Anônimo disse...

ESTOU COM UMA DIVIDA DE DE R$ 6.174,18 COM CARTÃO DE CREDITO, QUERO PAGAR A VISTA QUAL SERIA O VALOR JUSTO DE EU PAGAR.
OBS. O CARTAO ESTA VINDO A CADA MES
+OU r$ 800,00 DE JUROS JA ESTA ATRASADO DOIS MESES E MEIO.
O QUE POSSO FAZER PARA TIRA UM POUCO DESTE JUROS.
ATT. EVERALDO

Aldineide Rios disse...

Uma maneira de você calcular o valor ideal para uma PROPOSTA de liquidação é verificar quanto dessa dívida foi realmente a compra e sobre este saldo incluir a taxa de empréstimo do mercado +/- 3,5% a 4 % desde o início da compra.

Lembre-se que liquidando com desconto é provável que você perca seu cartão de crédito e se ele for ligado a um banco você passe a ter dificuldade em novos créditos com esse banco.

Anônimo disse...

olá tudo bem?
estou com dívida no banco há um ano e meio, estava com dificuldades financeiras e só agora que estou me reerguendo, a divida de 500 reais passou para 6000. fiz um acordo em março que ficou em 3000, só que o atendente do banco me falou que fosse depositado todo dia 15 do mês na minha conta corrente, e foi o que estava fazendo. em junho descobrir que o acordo feito tinha sido cancelado pois eu deveria está depositando o dinheiro no caixa do banco com o número do acordo. a divida de março pra julho passou para 11 mil reais e o banco se nega a rearfirmar o acordo feito em março. o que devo fazer?

Aldineide Rios disse...

procure a justiça. Pequenas Causas ou PROCON.
Até a audiência guarde o dinheiro que você vinha pagando.
Solicite a operadora do cartão a gravação da negociação para comprovar que a atendende não informou que você deveria ter pago com o número da negociação, ela tinha obrigação de avisar que o pagamento deveria ter sido feito com o número pois você não teria como advinhar.
Se ela não informou você tem o direito de retomar a mesma negociação, se ela avisou o erro foi seu.
A negociação sendo feita por telefone é obrigado a ficar gravado a negocição.

Charles disse...

Minha mãe possui um cartão Itaú Card q está virando uma bola de neve, mas não é correntista do banco. Nesse caso, mesmo ela não tendo conta nesse banco, a negociação seria feita com o gerente do banco Itaú? Se não, com quem é feita a negociação?

Aldineide Rios disse...

A informação que tive de alguns amigos do Itaú a negociação é direto com a central uma vez que sua mãe não é correntista do banco.
Como só é cliente do cartão a negociação é diretamente com a central do cartão.

brick disse...

Olá, boa tarde. Tenho uma divida no Itaú, por conta de um emprestimo efetuado no terminal eletrônico, na época (2005)5 mil.
Foi renegociado em 34 mil, p. quitação 31 mil. Já existem 9 parcelas atrasadas. O que me recomenda? Devo tentar fazer uma proposta, e de quantos %. Ou, acredita de devo ir na justiça. Pois me mandaram uma carta para pagamento a vista de 21 mil. Na verdade acho que é muito ainda, pois, me propuseram 37% apenas. E pelo que tenho lido no blog, com esse tempo já, poderia obter uns 70%. Além de saber se esse é um momento bom para fazer uma proposta p. o banco? Obrigado, Marcio

Charles disse...

Entendi. Mas emsmo nessas centrais, se for feito o pagamento total da dívida, eles tem q dar desconto ou não? Pq já liguei e eles disseram q não dão. Obrigado pela resposta anterior.

Aldineide Rios disse...

Marcio, bom dia.

Desconto em operação vencida é apenas uma maneira da instituição receber um dinheiro perdido, melhor receber pouco do que não receber nada, essa é a regra.

Quando você fez o parcelamento passou a ser uma nova operação a antiga foi liquidada com essa nova.

37% é um desconto bom, o que aconteceu foi que já era uma dívida antiga e cheia de juros.

A oferta de liquidação você pode fazer o valor que achar justo. Veja quanto era na realidade o valor original do primeiro empréstimo, quanto ficou esse novo empréstimo e em cima desses valores faça sua oferta de liquidação.

Faça uma carta com a proposta e os argumentos que você pesquisou.

Sucesso!

Aldineide Rios disse...

Charlos, bom dia!

Niguem é obrigado a dar desconto por operação vencida. A obrigação é do devedor honrar com o compromisso feito. O que ocorre é que para evitar perdas - aqueles clientes que eles consideram que não vão mais receber - eles dão desconto para estimular o pagamento.

Mas se eles acreditam que o cliente tem potencial de pagamento muito dificil de dar desconto e se o cliente vem pagando o mínimo sempre significa que não está inadimplente.

Viviane disse...

Olá Aldineide,
Boa noite, tenho uma dívida de 3153,00 no cartão de crédito do itaú e o outro cartão venho pagando corretamente, parei de pagar a fatura desde junho de 2010, já tentei negociar mas querem que eu pague de entrada 1.150,00 não tenho esse dinheiro, o que devo fazer esperar mais algum tempo? E o cartão que estou pagando corretamente eles cancelam? Obs: os dois cartões são do itau.
Obrigada,

Boa Noite

Cláudia

Aldineide Rios disse...

Oi Viviane,

O crédito é com o mesmo banco assim ele pode sim cancelar seu cartão que está Ok como cautela, pois quem está inadimplente em um cartão tem potencial de ficar no outro, é só questão de tempo.

O ideal é você tentar pegar um empréstimo parcelado e quitar o cartão sai muito mais barato.

Anônimo disse...

olá suas dicas são ótimas queria eu que meu namorado as tivesse conhecido rsss,meu nome é Diana e eu gostária de uma informação,meu namorado tinha uma divida de
R$900,00 reais no cartão de credito do banco itaú,ele pagou dessa divida R$500,00reais a vista e agora esta devendo R$400,00gostária de saber se há possibilidade de reduzir os juros desse valor pagando a vista?quanto por cento ele pode reduzir de juros?e se for para quitar essa divida no procon é melhor? obrigada bjsss

Aldineide Rios disse...

Olá Diana, obrigada pelo elogio...

Bem, dívida de cartão de crédito não tem juros embutidos, tem juros por inadimplência e dificilmente se tira juros por inadimplência.
Indo ao PROCON provavelmente você não conseguirá muita coisa em termos de redução de juros.
Tente conseguir empréstimo em outro lugar para liquidar o cartão pois os juros são muito elevados, até cheque especial é melhor do que cartão de crédito.
Atrase outras contas mas liquideo cartão de crédito devido aos juros muito alto.

Sucesso!

Anônimo disse...

Estou perdendo o controle de tudo.
Não tenho mais nome, minha dívida com certões chega a 25.000,00 os juros mensais estão me tirando o sono há mais de 3 meses, eles ligam várias vzs. ao dia. Já mandei falar que fui para Marte, pq. não estou aguentando mais.
Não consigo empréstimo, estou nome sujo, no cheque especial.

Me ajude, por favor.
Devo procurá-los, nunca conseguirei pagar esse valor.

Eles me cobraram o valor real ou me darão um desconto para pagamento de parcelas?

Obrigada,

Aldineide Rios disse...

Olá!
bem a situação está realmente complicada mas tudo na vida tem solução e se não tem... já está solucionado. OK?

Antes de qualquer coisa:
O que levou você a ficar com essas dívidas? seja honesto consigo mesmo e analise com cuidado a resposta para não fazer a situação piorar e nem voltar a situação atual quando você resolver as dívidas.

Faça seu orçamento doméstico, corte o que for necessário e veja quanto vai sobrar para pagar as dívidas, mas lembre-se que se a situação está grave o tamanho do sacrifício será maior.
Vá pagando o que lhe oferecer condições para isso, o que tiver taxa de juros mais elevadas, o que tiver garantia real.
Dependendo de quanto for sua disponibilidade mensal pague uma ou mais dívidas.
AGORA CHEGA DE DESPESAS DESNECESSÁRIAS, DE COMPRAS SEM SENTIDO, DE FARRAS FORA DE HORA E TUDO O MAIS QUE FOR LHE DAR PRAZER MOMENTÂNEO E PIORAR A SITUAÇÃO TRAZENDO MAIS DOR DE CABEÇA E PREOCUPAÇÃO.

tudo de bom.com disse...

vi que não sou a unica aqui que está passando maus bocados com a bandeira Visa, e acho ridiculo ter o nome sujo por deixar de pagar só pq eles se recusam a negociar antes de virar uma bola de neve. No meu caso parcelei em 10x sem juros e depois disso continua vindo 400,00 de juros sobre juros, diendo que eu só pagava o minimo, tentei negociar para parcelar em 4x para quitar o valor que não devo pq paguei sempre em dia e comprei parcelado sem juros, e mesmo assim eles se negam a negociar dizendo que não fazem este tipo de negociação. Quer dizer tenho de deixar de pagar, eles ficarem ligando cobrando ai sim fazer uma negociação? é assim que funciona?que filhos da mãe, a gente quer pagar e eles se negam a receber, minha vontade é deixar de pagar e sujar o nome e pronto, eles que se danem com o valor, mas nós Brasileiros somos idiotas de aceitar cartões destas empresas que na hora de oferecer são uns amores, mas na hora de negociar não dão a mínima para nossas necessidades.Estou sem emprego, doente com sindorme do pânico e não saio de casa pra nada, agora vem uma porcaria dessas me deixar mais doente ainda com um problema desses, gostaria de processa-los por me causarem danos na saude eu posso?

Anônimo disse...

Boa tarde,

Estou endividada com o cartao itau, e tenho outro cartao da caixa, onde recebo e pago corretamente, tenho cheque especial, com o nome no spc e serasa a caixa cancela o cartao e também o cheque especial.
Obs: Nunca voltou nenhum cheque e nao atrasei nenhuma parcela do cartao de credito, já que recebo o salário na caixa.

Obrigada,

Aguardo resposta

Cláudia

Aldineide Rios disse...

Claudia, bom dia.
Não há uma regra quanto a cancelar ou não o cheque especial e o cartão de crédito quando está inadimplente em outro local.
Há bancos que não fazem nada, mesmo que seja CCF (cheque devolvido) apenas ficam de alerta para esse cliente para evitar aumentar o risco, mas tem banco que cancela para evitar que a situação se repita com ele.
Não conheço as regras da caixa para isso, converse com seu gerente e informe o porque aconteceu com o outro banco e que você vai está negociando e vai manter a situação com ele normal sem inadimplência.
Muitas vezes o gerente tem opção de manter ou não e quando ele não conhece o cliente é mais seguro ele cancelar para evitar problemas.

Aldineide Rios disse...

Edna, quanto a ação de danos a saúde não acredito que venha a ter sucesso, não entendo da realidade jurídica mas sempre ouvir falar que dependerá muito da habilidade do advogado e do humor do juiz afinal cada um tem uma interpretação diferente, pois a operadora vai alegar que lhe cobrou porque você ficou devendo.
Se você tiver opção de tirar empréstimo em outro local para liquidar o cartão faça o mais rápido possível pois qualquer coisa será melhor do que de ver no cartão.
Se não for possível faça uma proposta por escrito de parcelamento e de entrada no juizado de pequenas causas solicitando esse parcelamento visto que você quer pagar mas não está conseguindo da maneira que o cartão quer.
É um caminho.

Anônimo disse...

Amiga, boa noite,

Estou com dívida pessoa jurídica com o banco Itaú de cheques descontados (recebi um calote de uma emprea) de R$ 200.000,00 e agora consegui levantar o valor de 40% deste total, qual a melhor forma de conversar com o banco? Será que é saldo suficiente para quitação a vista.

Aldineide Rios disse...

Qual o valor principal que você descontou? há quanto tempo?

Atualize o valor principal de sua dívida a taxa de juros de 12% ao ano e veja se enquadra nesses 40%. O banco não vai quitar por menos do valor do principal, principalmente em valores tão elevados onde ele pode cobrar judicialmente.

leandro sá disse...

Olá,preciso que me orientem em algo.
Estou com uma divida no master,e venho pagando apenas o valor minimo,sei que é loucura,mas..estou vendo a possibilidade de negociar a divida,ao fazer isso,depois das parcelas na negociação paga,meu cartao volta a funcionar normal?
Já liguei para o cartão e eles disseram que si,que durante as quitações das parcelas,ele permanece bloqueado,mas depois com certeza ele volta a ter o limite disponivel para compra,me orientem por valor,apesar da divida,nao quero deixar de ter o cartao.Aguardo uma resposta,adorei o blog!

Aldineide Rios disse...

Oi Leandro, bom dia!
Bem... concordo com você quando diz que é loucura pagar o mínimo.
Quando você termina de pagar o parcelamento o cartão volta a ser liberado.
SUGESTÃO: faça um empréstimo parcelado fora do cartão e liquide a vista o cartão porém primeiro compare as taxas entre o parcelamento do cartão e o parcelamento do empréstimo e veja qual o mais barato, compare o valor das parcelas.
Só use o cartão dentro de um valor que você possa pagar no final do mês para evitar juros excessivos.
Baixe o valor de seu limite do cartão de crédito junto a central, é mais seguro para seu bolso pois evitará que você gaste sem condições de pagar. De que adianta você gastar R$ 1.500,00 se só tem condições de liquidar uma fatura de 500,00???? é "doidera"

Obrigada pelos elogios. Valeu!

leandro sá disse...

Olá Aldineia,

Nossa,fiquei tão feliz quando entrei novamente no blog e vi sua resposta.Eu nunca tinha entrando assim em foruns e Blogs,apesar de ter muito conhecimento com Internet.Fiquei muito surpreso e feliz que tenha me respondido.
Já entrei em contato com o Cartão e resolvi fazer um parcelamento da divida em uma entrada e mais 3 parcelas fixas.Foi a única alternativa para mim no momento,achei interessante a propósta deles,ainda me informaram que depois de pago,meu limite volta.
Minha dúvida ao escrever para vc foi justamente essa: depois que fazemos um acordo de parcelamento,o cartão se encontra bloqueado,e depois liberado?Foi o que a atendente me disse,mas quero ouvir algo de vc,pois agente sabe como são os antendents de Call Center não é mesmo?
Se trata do cartao Master Card.
Bjus e nem sei como agradecer pela atenção,vou estar divulgando seu blog!

Aldineide Rios disse...

Olá Leandro.

Após você liquidar o parcelamento seu cartão voltará a ser liberado, é interesse das operadoras de cartão que você volte a ter limite para gastar, afinal é assim que eles ganham dinheiro.
É muito importante que você siga a dica que dei logo acima reduzindo seu limite a um valor que você possa liquidar totalmente no dia do vencimento para evitar voltar a mesma situação novamente.

Obrigada mais uma vez e divulgue o blog pois tem muitas pessoas que precisam de ajuda nessa área.

Anônimo disse...

Olá, Aldineide tudo bem?
Suas dicas são Maravilhosas...

Mas gostaria de tirar uma duvida com você...

Há 2 meses e meio estou desempregada, e neste período não consegui honrar minha divida com o cartão de crédito, hoje faz 1 mês que não pago a fatura e por ser débito em conta estou com meu saldo negativo em R$ - 528,07, gostaria de saber se eu liquidando com o saldo negativo, vou estar me livrando da divida do cartão de crédito, ou uma coisa não tem nada a ver com a outra?

Desde já agradeço sua ajuda e colaboração...

Thiago disse...

aldineide, muito bom seu blog, sta ajudando a muita gente!

gostaria de saber como faço pra sanar minha divida com o citi, pois há alguns meses venho pagamento valores + ou - correspondentes a 30% do total, porém as faturas só estão aumento. como faço para zerar este débito q já está em quase 2000? empréstimo ou negociação com o cartão?

desde já, muito obrigado!

Aldineide Rios disse...

Olá Thiago, bom dia.
Se você tiver condicões de conseguir um empréstimo para liquidar o cartão, faça imediatamente e se for consignado... melhor ainda devido as taxas de juros serem mais baixas.
O que você pagará por mês será equivalente ao que você paga só de juros no cartão de crédito.

Anônimo disse...

Eu tinha uma dívida no cartão no valor de R$ 9.000,00, quando fiz o acordo o valor foi para R$ 11.000,00. Estou querendo quitar as parcelas restantes, eles não deveriam dar um desconto nesse pagamento, já que estou antecipando as parcelas? Liguei ontem para a financeira e eles disseram que não dariam nenhum desconto. Sds.

Aldineide Rios disse...

Bem... quando se faz um empréstimo parcelado com parcelas fixas e quer liquidar antecipado deve-se retirar os juros, essa é a regra pois entende-se que as parcelas futuras estão com juros embutidos e se quer antecipar os juros devem ser retirados.
Se eles não aceitam você tem duas opções:
1) ir ao PROCON e solicitar retirada dos juros;
2) fazer o depósito do valor em uma poupança e ir pagando normalmente mensalmente e ganhará os juros no final;
3) tente mais uma vez a liquidação com desconto e diga que leu no código de defesa do consumidor que os juros devem ser abatidos em caso de antecipação e insista para formalizar a solicitação com protocolo. se você decidir ir ao procon terá mais argumentos a seu favor.

Aldineide Rios disse...

ESSA RESPOSTA É DA CONCULTA DE 15 DE SETEMBRO.

Quando o cartão é debitado em conta significa que ele foi pago com o saldo da conta ou limite do cheque especial. a fatura do mês ou mínimo, dependendo do contrato foi paga e o débito fica na conta.

Verifique o extrato do cartão de crédito se o pagamento foi integral, se foi o cartão não tem mais débito, a não ser o de parcelas futuras.
se foi pago o mínimo vc ficou com duas dívidas, uma no cartão e outra na conta.
São dois produtos distintos CONTA CORRENTE E CARTÃO DE CRÉDITO.
Pode liquidar um sem liquidar o outro.

Anônimo disse...

Oi.
Estou com uma dificuldade financeira, tenho dois cartões, um Itaúcard visa e mastercard.
Contrando os dois a divida é 2.45o,oo que foi para o serasa em julho de 2008.
Agora quero negociar mais eles estão cobrando muito.
O que faço?
Obrigada.

Anônimo disse...

Boa tarde,
Estou com uma dívida de uns 2500 com meu cartão de crédito do Itaú. Não vou conseguir pagar o valor total, e para não pagar menos que esse valor e acumular multas e juros na próxima fatura e ocasionalmente isso virar uma bola de neve futura, pretendo pedir um acordo com o banco para financiar esta fatura. Sei que eles vão me oferecer a possibilidade de pagar o valor minímo desta fatura ou o parcelmento dela em 12x, mas ambos tb caírão na queridinha bolota gelada. Vou fazer uma contraproposta de efetuar o pagamento desta fatura em 4 parcelas. Isso é permitido por lei? Ocasiona multa? Juros? Se sim, qual a porcentagem de juros permitida? Você acha uma boa essa minha idéia?
Desde já, agradeço-lhe a atenção.
Kelly Mertens

Aldineide Rios disse...

Kelly, bom dia!

A operadora de cartão de crédito dificilmente irá aceitar essa sua proposta visto que você é uma cliente boa, paga as faturas em dia e não quer o nome negativado. Se eles aceitarem naturalmente vai incidir juros pois funciona como se você tivesse tomado dinheiro emprestado para quitar a fatura e ninguém empresta dinheiro sem juros.
Veja a possibilidade deles parcelarem e tambem a possibilidade de você tomar emprestado via conta corrente pois pode sair mais barato e isso você só vai descobrir comparando as opções.

Paula disse...

Meu pai tem uma dívida com cartão de crédito, ele quer pagar o valor total, mas no entanto, eles não querem dar desconto porque ele esta fazendo o pagamento mínimo.
Como ele deve proceder?Falamos para ele não pagar o mínimo, para que assim pudesse negociar, mas ele esta com medo do banco reter o dinheiro e dessa forma não conseguir arcar com as outras dívidas.Nos oriente por favor!!!
Desde já grata.

Aldineide Rios disse...

Paula, não tem desconto mesmo para liquidação de operações que estão em dia.
O cartão de seu pai está em dia está sendo pago pontualmente, é o valor mínimo mas isso é maravilhoso para as operadoras eles querem que vocês continuem fazendo isso mesmo.
Deixar de pagar vai fazer com que seu pai fique com o nome sujo e para ter desconto vai levar muuuuuito tempo, terá muitos juros em cima e quando der desconto será quase o valor de agora.
Deixar de pagar para ganhar desconto não é o melhor caminho.
Se não tiver dinheiro para liquidar tome empréstimo e liquide, sai mais barato.

san disse...

passar divida do cartão pro lis, tenho vantagem? da pra levar por meses ate juntar o valor devedor?alguem pode me ajudar?

cleideoliveira5629 disse...

tenho um emprestimo no banco,renegociei a divida,.mas o banco poderar me emprestar tbm mas algum dinheiro para pagar dividas de outros credores , ao qual ficarei so com a divida ,em um so lugar???/ha possibilidades disso .sim. ou nao???

michele disse...

boa tarde, estou com uma dívida no cartão de quase 10.000, estava pagando a um tempão apenas o mínimo, mas a uns 03 meses venho pagando no caixa rápido menos que o mínimo, o que você me aconcelha negociar ou aguardar eles me procurar, o que faço? Agradeço desde já...

Aldineide Rios disse...

Olá Cleide!

Bem, se você renegociou um empréstimo com o banco é porque suas condições financeiras estão comprometidas.
Assim dificilmente ele irá lhe emprestar para aumentar ainda mais o risco dele. É melhor ele se arriscar apenas no que já tem do que aumentar ainda mais o risco dele.

Quando o banco empresta e não recebe no dia do vencimento ele é obrigado a recolher ao banco central um percentual a título de provisão para devedores duvidosos (PDD)e isso é prejuizo para ele portanto quanto mais vencido mais ele recolhe.

Aldineide Rios disse...

Michele, o que você vinha fazendo é um grande problema, aumentou e muito sua dívida devido aos juros.
Sugestão: tome dinheiro emprestado ou no banco ou na pior das hipóteses numa financeira e liquide esse cartão. Se você tivesse feito isso logo no início iria ter pago mensalmente o valor equivalente ao que pagava do mínimo e teria reduzido bastante a dívida, se já não tivesse liquidado.
Juros de cartão de crédito é muito elevada.
A segunda opção é negociar com a operadora do cartão.
Se for esperar eles lhe ligarem para negociar você já estará com o nome sujo e não poderá tomar nvos empréstimos.
Lembre-se: se você chegou a essa situação é porque precisar rever seu orçamento pessoal pois caso contrário em pouco tempo estará na mesma situação novamente.

Claudia disse...

Olá Aldineide,

Tenho uma dívida com o cartão de crédito mastercard da credicard, parei de pagar há 115 dias, quando parei a minha divida era de 1750,00 hoje está em 2500,00. Me ligaram de um escritório no Paraná e queriam dividir em 10x, mas não tenho como arcar com essa parcela de 250,00 por mês. Então ele disse que vai me acionar judicialmente, mandando um oficial de justiça. O que faço?
Cláudia- Uberaba

Aldineide Rios disse...

Claudia, se você deve tem que pagar, se não pode ser como eles te propuseram então monte seu plano de pagamento, se pode pagar 100,00 por mês e eles não tem essa proposta vá depositando o valor em uma poupança para quando tiver um valor razoável fazer uma proposta com entrada e parcelar o restante ou até mesmo liquidar a vista.
Não se acomode e nem se conforme que não pode pagar, busque como pagar,
Refaça seu orçamento e economize no que for possível, só com sacrificio é que conseguirá. É o preço que está pagando hoje pelo excesso de ontem.

Eles podem te cobrar judicialmente sim mas duvido muito que vá fazer isso, o valor é pequeno e não compensa.elsons

Patty disse...

Olá,boa noite!Preciso de uma luz.Há mais ou menos dois anos,contrai uma divida no cartão de 600,00 hoje essa divida está em 11.000,00 porquê logo depois fiquei quase dois anos desempregada.Hoje estou trabalhando e louca para regularizar minha situação,mas a administradora se recusa a entrar em acordo.O que eu faço?estou desesperada,já pensei em fazer empréstimo mas não sei se compensa.Preciso de uma orientação para voltar a sorrir na minha vida

Aldineide Rios disse...

Paty, bom dia.

1) Verifique quanto era realmente sua dívida no mês que você deixou de pagar.

2) Atualize o saldo devedor, tem alguns sites que fazem essa conta, por exemplo: www.calculoexato.com.br

3) Faça uma proposta para quitar a vista pelo valor atualizado.

4) Lembre-se que depois que fizer a liquidação com desconto dificilmente você conseguirá novo cartão com essa operadora e se ela for ligada a algum banco também não terá crédito com esse banco.

OBS: Agora até o final do ano você terá mais chance de conseguir pois é final de semestre e as instituições financeiras fecham o balanço e para eles é interessante receber uma dívida que já está dada como perdida, como a sua.

Aldineide Rios disse...

San, bom dia.
Transferir a dívida do cartão de crédito não é o melhor a fazer.
Solicite um empréstimo parcelado e liquide o cartão e o lis. Os juros são muito menores e para evitar cair em tentação e usar novamente o cartão em valores que você não pode pagar e nem o lis peça redução de seu limite.

Anônimo disse...

Boa tarde!

Tenho dívidas em cartões, porém não consigo pagá-los.
Já ofereceram formas de liquidação, porém não se enquadram em meu orçamento.
Caso eu aceite uma das propostas que eles oferecem de parcelamento da dívida com desconto o cartão voltará a ser ativo?
Como sei o melhor valor da negociação?

Alguns estou sem pagar há mais de 4 meses.
Aguardo resposta.

Obrigada e fique com Deus!

Thayná Lopes. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thayna Lopes disse...

Olá Presciso de um help aqui!
A alguns dias recebi uma carta de protesto (spc-serasa), com o valor de 238,50. Que são referentes a duas parcelas em atraso.
Estou descontrolada. financeiramente, com meu limite de cheque especial em debito no valor de 500,00.
Fiz um emprestímo no inicio deste ano no valor 2.300 para pagar meu cheque especial e quitar algumas dívidas e cheques. Visto que na epoca eu havia saido do meu emprego. No mes de maio contatei a superlinha do santander para fazer um emprestimo de 200,00, para compensar um cheque neste valor. Sempre depositei os valores das parcelas, mas visto que meu cheque especial esta em debito novamente este mes descontou o valor e não pagou as parcelas. Dai o valor de 238,50.
Liguei para o santander para negociarmos por telefone, a proposta do banco era parcelar todos os debitos totalizando no dia 18/10, 4297,58 (emprestimos,cheque especial, e c.credito) sendo 64 x 180,00(30% da minha renda) = 11520. (11520-4297,58=7222,42. Com esse tanto de juros é justo? È viavel desta forma?

Aldineide Rios disse...

liquidando o cartão de crédito com desconto elevado dificilmente terá o cartão de volta, pois gerou prejuizo para a operadora.

Aldineide Rios disse...

Thayna, a proposta que eles te fizeram foi um presente. Os juros somados estão altos porque sao 60 MESES é muuuuuuuuuuito tempo.
as parcelas ficam pequenas, se ajustam a seu orçamento e você terá condições de pagar. O que eles fizeram foi para realmente você pagar. se fosse em período menor você pagaria muito menos, a taxa está adequada.
Cuidado para não cair na armadilha novamente... liquida o cheque especial e volta a utilizar, assim você não está fazendo nada.
Precisa organizar seu orçamento e controlar os impulsos de consumo.

Anônimo disse...

PRECISO DE AJUDA, FOI EXCLUÍDA A RESPOSTA.

Tenho dívidas em cartões, porém não consigo pagá-los.
Já ofereceram formas de liquidação, porém não se enquadram em meu orçamento.
Caso eu aceite uma das propostas que eles oferecem de parcelamento da dívida com desconto o cartão voltará a ser ativo?
Como sei o melhor valor da negociação?

Alguns estou sem pagar há mais de 4 meses.
Aguardo resposta.

Obrigada e fique com Deus!

sonialoe disse...

Ola Adineide.quero saber o seguinte::eu tenho uma cartão que já desconta em minha folha de pagamento(do estado),e faz uns 3 meses que estou pagando o minino que desconta de 10% na folha e pago por fora o quanto posso,esse mes nao paguei , e o juro dele é de 4.7% ao mês, pq é cartão do servidor.e e tenho um consignado junto ao HSBC, de 282.41 por mes, falta 7 parcelas,pra terminar, e o meu amigo que tem uma agencia de emprstimos aki na minha cidade me fez um simulado de 6.652,00 e pagar em 48 x de 190,00, vc acha que compensa?

Aldineide Rios disse...

a proposta é boa, mas você precisa desse valor todo? ou vai pegar apenas porque está disponível? será mais uma divida a pagar por muito tempo.
veja quanto você deve no cartão e cheque especial e peça apenas o valor exato que precisa e assim diminua o tempo de pagamento e livre-se das dívidas mais rápido.
faça seu orçamento e adeque suas despesas a sua renda.

Anônimo disse...

PRECISO DE AJUDA,PQ. NÃO ME RESPONDE???

Tenho dívidas em cartões, porém não consigo pagá-los.
Já ofereceram formas de liquidação, porém não se enquadram em meu orçamento.
Caso eu aceite uma das propostas que eles oferecem de parcelamento da dívida com desconto o cartão voltará a ser ativo?
Como sei o melhor valor da negociação?

Alguns estou sem pagar há mais de 4 meses.
Aguardo resposta.

Obrigada e fique com Deus!

Aldineide Rios disse...

Tem várias respostas com essa mesma pergunta aqui...

Vamos lá!

Para sair das dívidas é necessário uma dose de sacrifício para cortar despesas e fazer sobrar recursos da renda.

Compras nesse momento só o que for extremamente necessário. Tipo salvar uma vida.

Liquidando o cartão de crédito com desconto dificilmente terá o cartão de volta, pois gerou prejuízo para a operadora.

Se a proposta da operadora não tem cabe em seu orçamento não faça será muito pior. Enquanto isso coloque o dinheiro que você teria condições de assumir e deposite em uma poupança para poder liquidar ou dar de entrada quando tiver um valor que esteja nessas condições. Isso exige muita disciplina e foco.

Para saber o valor justo veja qual foi o valor de suas compras e atualize por taxas de juros do mercado, você pode ver as taxas no site de seu banco.

Lembre-se que juros de inadimplência são realmente maiores e se uma dívida não foi paga é justo que incida juros.

Faça seu orçamento doméstico e ajuste para que caiba em sua renda. Há uma diferença grande entre o que acreditamos merecer como padrão de vida e o que realmente temos condições de ter.

Se necessário busque renda extra com atividades que estejam dentro de suas habilidades, aulas particulares, vendas de doces, lanches, artesanato etc etc etc

Anônimo disse...

Obrigada pela resposta.

Tive um cartão que está escrito:
Cobrança judicial, mas não tenho a mínima condição de quitá-lo.

Isso poderá acarretar mais transtornos dos que já estou tendo?

Obrigada,

Aldineide Rios disse...

Dificilmente as operadoras de cartão cobram na justiça.
Não compensa para eles, mas se eles cobrarem na justiça talvez seja vantajoso para você pois a justiça demora muito e cobram os juros mais justos do que os cobrados pelas operadoras.
Mais um motivo para eles não acionarem juridicamente.

msaliola disse...

Boa noite

tenho 2 cartões os dois atrasados... 1 master de 6 mil e 1 visa de 4. A bola de neve foi causada, e muito, pela aquisição da minha casa q me gerou MUUUUIIITTAA despesa.
Nenhum dos 2 está bloqueado. Proposta da master - entrada de 1.000,00 e 10 x 590,00. Juros de 5,5%
Não tenho certeza de consigo arcar com as 10 parcelas. Qual a melhor estratégia? Deixar cair na inadimplência os 2? Tentar liquidar e cancelar o menor?
Agradeço
Mariana

Anônimo disse...

Bom Dia

Tenho uma duvida e estou muito chateada. Gostaria de saber o seguinte tinha um cartao de credito e ficou uma divida de menos de 500 reais, (pois o limite do cartao era esse) meu nome foi negativado. meu nome limpou a financeira quis fazer um acordo por telefone ,eu aceitei, mas eles nunca me mandavam a fatura para pagar , mandavam sempre a fatura vencida. Não paguei,por causa do atraso e assim foram aumentando cada vez mais, a divida já esta em 7000. Estou desesperada. Me negativaram novamente no Spc pela mesma divida. Isso é correto eu deveria procurar um advogado?

Aldineide Rios disse...

Vamos por parte:
1) a negativação NÂO foi pela mesma dívida, você fez uma nova dívida quando aceitou a negociação, mesmo que tenha sido por telefone, isso tem valor legal.

2) Mesmo que você não tenha recebido a fatura, sua responsabilidade de pagar permanece pois existe opções do pagamento ter sido efetuado, como pagamento avulso. Teoricamente você ao realizar o parcelamento sabia o valor e o dia de pagar as parcelas.

4) Os juros de cartão são realmente absurdo e sair de R$ 500,00 para R$ 7.000 é realmente abuso.

Procure o procon e faça acordo por lá, pedindo para retirar o absurdo de juros. Se você tiver extratos antigos que comprovem isso vai ajudar bastante.

Sucesso!

msaliola disse...

Boa tarde

tenho 2 cartões os dois viraram um tormento... fiz uma planilha com o que foi efetivamente COMPRADO nos cartões e o que efetivamente foi PAGO durante o último ano quando eu zerei os cartões... decidi que este mês não pagarei nem 1 centavo...
No VISA - compras efetivas: 7.525,00 / pagamentos realizados: 8.543,00. Isso mesmo... em tese paguei 1.000,00 A MAIS. E eles alegam q eu devo 4612,62.
No Mastercard é um pouco pior - Compras realizadas = 7.769,24 / pagamentos realizados: 4.727,00. Devido: 3.184,24 e eles alegam q eu devo: 6.188,89.
Qual seria uma boa base para negociação? Qual seria um valor (total) digno de aceitação?

msaliola disse...

Oi Aldineide

desculpe... mas já postei 2 vezes e vc nao respondeu nenhuma delas. Tem algo de errado com meus posts?]

Aldineide Rios disse...

msaliola, desculpe a confusão de não ter respondido antes.

Bem você informou quanto comprou e quanto pagou mas não diz quando comprou e nem quando pagou, mas o que ocorre é que o valor de financiamento dos cartões são realmente muito elevados, os mais altos do mercado e se todo mês você vem pagando o mínimo significa que você está em dia com suas obrigações e para a operadora de maneira muito boa pois vem alimentando os lucros com os juros.

Se esse é seu caso, pagando o mínimo todo mês, não tem o que fazer, pois a operadora não vai aceitar menos do que o saldo devedor, cartão de crédito é ótimo para pagamento integral no vencimento, assim peça empréstimo parcelado com seu banco se você tiver limite disponível e liquide o cartão, se tiver outro meio de conseguir esse dinheiro sem juros, com um parente por exemplo, corra e faça pois será melhor você se livrar do cartão.

Agora se você deixou de pagar e está com o cartão inadimplente há mais de 6 meses pegue a dívida real e atualize a taxa de mercado e faça a proposta de liquidação.

Anônimo disse...

Boa tarde,

tenho divida em 2 cartoes de crédito e pago o minimo a uns 4 meses, gostaria de saber se é possivel mover uma ação de pequenas causas para tentar negociar o saldo devedor c/ juros justos antes de sujarem meu nome?? ou primeiro devo parar de pagar o minimo e depois mover a ação?? desta ultima maneira corro risco de sujarem meu nome e nao gostaria q isso ocorresse.

Aguardo retorno

Aldineide Rios disse...

Bom dia!

Deixar de pagar o mínimo vai fazer seu nome ser negativado.
Entrar com uma ação vai acontecer o mesmo pois deixa de pagar e é processo demorado.

SUGESTÃO:
Parcele seu saldo devedor como a operadora, tem várias que fazem isso.
ou
Tome empréstimo em outro local e liquide o cartão de uma única vez.

Antes de qualquer outra coisa faça seu orçamento para ter noção de sua disponibilidade e ajuste suas despesas ao seu orçamento.
Nem sempre a culpa é da operadora de cartão que cobra juros altos, na maioria das vezes o problema é nosso por gastar acima de nossa capacidade de pagamento.
Ao sair de casa deixe os cartões e só leve-os as compras com valores estipulados para gastar sabendo que no dia do vencimento haverá recursos para isso, se não souber "quando chegar a fatura eu vejo" não compre.

elen disse...

olá possuo um cartão credito gold itau com o limite de 4.900,fiz uma compra no valor de 600,00 no mes de julho e aconteceu imprevitos que me fizeram pagar minimo,paguei por 3 meses e parei minha divida está em mais de 3.000,etá completando 60 dias q não pago,para poder negociar agora que estou em condições, como monto essa carta de acordo?vou perder o cartão? qual é a melhor hora para negociar e como calculo o juro sem deixar me intimidar pela prestadora?

Aldineide Rios disse...

Elen,

Quando você paga dívidas com descontos normalmente o credor cancela seus limites e "inclui" você numa espécie de lista negra para evitar problemas futuros onde você venha a fazer a mesma coisa, ou seja, ficar devendo e pedir desconto novamente.

Anônimo disse...

Oi, Aldineide!
Preciso de orientação. Meu nome esta registrraado no SPC SERASA, tenho três ocorrências: banco real (cartão de credito - $ 2500,00, GVT ($230,00) e plano de saude ($1800,00). Gostaria de parcelar essas dividas maiores em parcelas de no maximo $600,00 e pagar a vista a divida menor. Meu salario varia entre $1750 e $2000. Gostaria de saber duas coisas: a) com essa proposta você acha que seria viavel uma negociação rapida e a positivação de meu nome; b)o melhor seria negoiciar direto com as lojas - ou as consultoras financeiras indicadas por elas - ou pagar uma agência para fazer isso, o que e' mais econômico. Parabens pelo trabalho!

Aldineide Rios disse...

Você informa quanto ganha, mas não informa quanto está disponível para pagar as dívidas.

1) Dependendo do valor disponível é possível sim uma negociação para limpar seu nome e livrar-se de vez das dívidas.

2) É melhor negociar diretamente com as empresas de cobrança, normalmente eles querem resolver e dão bons descontos. Corra que esses últimos dias do ano são os melhores.


obrigado pelo elogio.

Sucesso!

Anônimo disse...

Fis um empréstimo no BB de 500,00 para pagra em 10 meses, já paguei 5. Se eu pagar os 5 restante, eu posso fazer outro empréstimo emediatamente que o caixa eletrônico aceita ?

Anônimo disse...

Maravilhoso esse blog, já indiquei para amigas.
O que preciso saber é o seguinte: tenho que pagar 376,00 do cartão no BB, só que minha grana ficou curta este mês, será queeles aceitam que eu pague somente 280,00 da fatura ?
Isso vai impedir que eu faça um empréstimo de 400,00 ?

Bjs

Aldineide Rios disse...

Quanto ao empréstimo...
Normalmente se você liquidar o empréstimo atual o banco irá liberar novo empréstimo, a exceção será se sua situação financeira estiver diferente, como por exemplo com restritivo ou outro impedimento, mas fora isso não tem problemas.
ATENÇÂO: Cautela na hora de fazer um endividamento para não comprometer seu orçamento e deteriorar sua situação. Não tire empréstimo para pagar empréstimo a não ser para liquidar um com taxa maior.

Aldineide Rios disse...

O pagamento do cartãi poderá ser menor desde que seja o valor mínimo da fatura e dessa forma poderá realizar novas compras, caso contrário não poderá até pagar o valor mínimo.
ATENÇÃO: compras no cartão só se for para pagar totalmente no vencimento pois caso contrário você estará regando a árvore como a figura do texto. É PERIGOSO E MUITO CARO.

MARCIO disse...

ALDEIDE, POR FAVOR ME DE UMA DICA ANTES DE EU LIGAR.
TENHO UM CARTAO QUE EU JA ATE CANCELEI DESDE 2008 E ESTA COM UMA DIVIDA HJ DE 1080 DA PORTO SEGURO... NA VERDADE FOI UM SEGURO QUE EU FIZ E NAO TIVE MAIS GRANA PARA PAGAR!
MEU NOME ESTA SUJO POR CAUSA DESTA DIVIDA E QUERO LIMPA-LO.
VOCE ACHA QUE EU CONSIGO UMA BOA NEGOCIACAO DESSE VALOR?
SE POR EXEMPLO EU PARCELAR A DIVIDA EM 4 X A PARTIR DE QUE MOMENTO MEU NOME FICA LIMPO? OU SO LIMPA QUANDO QUITAR ?
SE O PAGAMENTO FOR A VISTA A BAIXA DO NOME É NA HORA?
OBRIGADO

Aldineide Rios disse...

Marcio,
Se você fizer acordo parcelando a dívida o nome sai em poucos dias da serasa e se você pagar a vista também sai em poucos dias.

Para quitar a vista você consegue desconto bem interessante.

Proponha liquidar com R$ 500,00 a vista. diga a operadora que vai conseguir esse dinheiro com um parente e que não tem condições financeiras de conseguir pagar caso faça um parcelamento. Chore, convença e você vai conseguir liquidar com bom desconto.

Anônimo disse...

Camila---Olá, deixa eu te perguntar, eu fiz um cartão da credicard citi quando entrei na universidade no primeiro período, a fatura ficou muito alta e não paguei. dai então gerou uma divida, que sempre me madaram boletas com valores promocionais para pagamento.porém esse cartão eu fiz com a empresa, porém não tinha conta no banco, nada.eles mandaram meu nome para o spc e depois tiraram quando eu fiz uma negociação em 10 parcelas de 99,00, porém paguei a primeira em 11/01/2010 e depois disso não paguei mais e quebrei o acordo,hoje estou no 8° período e meu nome está limpo porém meu nome não foi enviado para o spc nem serasa, ta sem restrição a única que eu tinha era de um outro cartão de outro banco que fiz o parcelamento e estou pagando normalmente, depois do dia 11/01/2010 a credicard não mandou meu nome para nenhum orgão de restrição, e ai nesses casos, qual é a situação poderia me explicar?quasi são os direitos deles, e quais são os meus?

Aldineide Rios disse...

Olá Camila,se o cartão não negativou seu nome foi por falha de sistema, mas pode a qualquer momento ser negativado pois é uma maneira deles receberem a dívida.

O direito deles é receber e como a dívida é nova, de 2010... pode ser negativado até completar 5 anos da dívida.

O seu direito é pagar porque fez a dívida e não vale a pena começar uma vida profissinal com o nome sujo, muitas empresas não contratam profissionais com nome negativado.

Junte algum dinheiro e faça uma proposta de liquidação.

Controle seus impulsos e não caia mais nessas armadilhas do crédito fácil... só compre o que tiver condições de pagar de uma única vez.

Anônimo disse...

Olá,me chamo Raquel parabens pelo blog.
gostaria de uma orientação.
Tenho uma divida no cartao visa banco Real, que de 2mil agora com 4 meses sem pagar eles me cobram 9mil. estou aguardo uma proposta de acordo para poder quitar. por conta dessa restrição o banco do brasil cancelou meu cartao de credito e sem me avisar, sendo que nao devo nada ao banco do brasil e recebedo meu salario nessa conta. marquei uma audicencia para colocar o BB na pequenas causas por cancelar meu cartao de crédito sem avisar e sem eu dever ao referido banco.(pois devo apenas ao cartao visa do banco real)
Será que é o ideal fazer essa ação?
por favor me responda o q acha, pois a audiencia é no dia 26/01.
gratA,

Raquel disse...

Olá,me chamo Raquel parabens pelo blog.
gostaria de uma orientação.
Tenho uma divida no cartao visa banco Real, que de 2mil agora com 4 meses sem pagar eles me cobram 9mil. estou aguardo uma proposta de acordo para poder quitar. por conta dessa restrição o banco do brasil cancelou meu cartao de credito e sem me avisar, sendo que nao devo nada ao banco do brasil e recebedo meu salario nessa conta. marquei uma audicencia para colocar o BB na pequenas causas por cancelar meu cartao de crédito sem avisar e sem eu dever ao referido banco.(pois devo apenas ao cartao visa do banco real)
Será que é o ideal fazer essa ação?
por favor me responda o q acha, pois a audiencia é no dia 26/01.
gratA,

Raquel disse...

Olá,me chamo Raquel parabens pelo blog.
gostaria de uma orientação.
Tenho uma divida no cartao visa banco Real, que de 2mil agora com 4 meses sem pagar eles me cobram 9mil. estou aguardo uma proposta de acordo para poder quitar. por conta dessa restrição o banco do brasil cancelou meu cartao de credito e sem me avisar, sendo que nao devo nada ao banco do brasil e recebedo meu salario nessa conta. marquei uma audicencia para colocar o BB na pequenas causas por cancelar meu cartao de crédito sem avisar e sem eu dever ao referido banco.(pois devo apenas ao cartao visa do banco real)
Será que é o ideal fazer essa ação?
por favor me responda o q acha, pois a audiencia é no dia 26/01.
gratA,

Aldineide Rios disse...

Obrigada Raquel,

Nenhum banco é obrigado a permanecer com o cliente como nenhum cliente é obrigado a manter um banco.

Em banco a renovação dos produtos de créditos só ocorrem quando os critérios de crédito permanecem os mesmos e em seu caso não foi o que aconteceu... entrou um restritivo e com isso seu perfil de crédito caiu, deixou de ser favorável e o banco não tem que manter o risco pois teoricamente vc não pagaria o cartão.

Angela Marie disse...

Boa noite. Parabens pelo blog. Preciso de uma orientaçao. Tenho um empréstimo com o Banco Real fruto de negociaçao de todas minhas dividas, cheque especial, emprestimos (aqueles que a gente tira no proprio caixa eletronico) mais cheques para pagamento de medico contraidos para minha filha, etc.) tudo isto resultou em 48 parcelas de 2.500. Minha filha nao mora no Brasil e me manda todos os meses 1.800 (que é a parte que lhe cabe) e eu completo o restante que é a negociaçao das minhas dividas. Venho pagando direitinho faz 1 ano e meio, só que o marido dela ficou desempregado e nao sei se ela poderá me mandar a parte dela, e se nao puder, tambem nao sei por quanto tempo deixará de mandar. Eu sozinha nao tenho condiçoes de assumir uma prestacao tao alta como esta. O que faço? Pensei em me precaver e abrir outra conta em outro banco antes de ter meu nome sujo para poder ter um banco para trabalhar. A minha profissao faz com que precise de uma conta bancária para movimentar com talao de cheque.Se eu abrir esta conta em outro banco e porventura precise ficar inadimplente no Banco Real, poderei utilizar esta nova conta normalmente mesmo tendo meu nome sujo? Alem dessa minha dúvida, gostaria de saber o que vai acontecer se deixar de pagar o Banco Real. Fico com meu nome sujo, guardo o máximo de dinheiro possivel no outro banco e espero um contato do Real para negociaçao? Mesmo que meu genro consiga trabalho, nao terao o dinheiro para pagar as parcelas que ficaram em atraso. Neste caso é melhor deixar de pagar totalmente e aguardar um contato do banco para negociaçao? Quando me contatarem, irao querer que pague a divida a vista? Pensei em ir guardando dinheiro para poder ter algum valor para oferecer quando um contato deles para acordo.Me ajude por favor!!!! Angela Marie

Aldineide Rios disse...

Olá Angela.
Muita calma nessa hora... não morra de véspera, apenas se prepare para eventualidades mas sem entrar em desespero.

1) abra a conta em outro banco e mesmo que você fique com o nome na serasa o banco é obrigado a lhe entregar talão de cheques pra movimentação, ele só não entrega se o nome estiver no banco central na lista de CCF (cheque sem fundos).

2) Vá mantendo o pagamento até sua filha não puder mais pagar e se isso acontecer você tem duas opções.
a) Dependendo de quantas parcele ainda falte para liquidar... renegocie o saldo devedor e tente ajustar o valor da parcele ao seu orçamento, sabendo que não será os 700,00 de hoje, será pelo menos o dobro.

b) deixar de pagar até sua filha poder voltar a dar a parte dela e nesse tempo junte dinheiro para entrada e fazer uma nova negociação.

Obrigado pelos elogios.

tanaka disse...

ola sou o alexandre eu paguei um boleto no banco e tinha tres dias de atraso eles cobrou 2 reais e 67 centavos de juro depois de 20 dias eles me ligam falando que a fatura esta em aberto mandei o fax com o comprovante pra eles me ligarao de novo disse q tinha achado o problema tinha calculado o juro errado e tao cobrando juros ate hoje ja tem um mes o boleto no valor 278,00 reais paguei 280,67 reias eles me mandarao outro boleto no valor 27,32 so de juros o q devo fazer. obrigado

Ciça disse...

Olá aldineide...tenho uma duvida..minha dívida do cartao Itaucard visa em janeiro estava em 6000, onde deixei de pagar p/ tentar uma negociação...esse mês (1 mes depois) liguei e minha divida ultrapassava os 8000, sendo que a fatura do mes respectivo não passava dos 600,00...que juros são esses? eu mesma não consigo entender de jeito nenhum..liguei para negociar, mas o cartão está em fase de cancelamento e o único método que possuo é pagando os + de 8000 que eles estão cobrando e quando pergunto a eles o valor real de minha dívida sem os juros dizem que não tem essa informação no sistema...desliguei o tel com vontade de explodir o mundo por causa da raiva que me fizeram passar. o que devo fazer? Esperar mais um pouco e tentar negociar novamente? Quero pagar a vista, mas só disponho de 6000 em mãos e não sei qual a melhor solução pra mim.
Fico no aguardo da resposta.obrigada!

Anônimo disse...

Bom dia , minha dúvida é a seguinte ...eu devia o cartao ha mais de 4 meses (sem pagar o minimo). Recebi uma proposta de uma empresa de cobrança e quitei o débito a vista. Recebi um desconto e ainda tinha 3 parcelas a vencer de compras parceladas. Paguei o que a empresa terceirizada pediu e para minha surpresa qdo fui consultar meu cartão ele estava cancelado e eu nao devia mais as tres parcelas de compras que ainda iam vencer. Está certo ? Cancelaram meu cartao mesmo pagando o que estava vencido?
grato
flavio

Aldineide Rios disse...

Flávio, claro que eles podem cancelar o cartão, assim como você se não está interessado em manter o cartão.

É um contrato e qualquer uma das partes podem cancelar o cartão se não for de interesse.

Para eles você deve não ser mais um cliente interessante já que gerou inadimplência e pagamento após negociação, podem imaginar que você irá a mesma coisa novamente.

Aldineide Rios disse...

Tanaka, pague e livre-se logo disso.

Se você não pagar quem vai pagar é o caixa do banco que calculou errado e a dívida é sua não é justo que o caixa pague.

sandramonica disse...

Bom dia,seu blog foi um "achado"!Venho há alguns meses pagando o valor mínimo do meu cartão(a dívida está em 2.200),esta mes n tenho como pagar nem o mínimo por terem surgido outras despesas;fui mandada embora do trabalho e minha minha homologação só será em abril; pretendo com esse dinheiro quitar o cartão.Vale a pena pagar o mínimo qd eu puder ou fico sem pagar até abril e tento um acordo?Será q meu nome até lá já terá ido para o SPC?Desde já obrigada.

Aldineide Rios disse...

Sandra,

com 30 dias de vencido o seu nome vai ser inscrito na serasa, fica negativado.

Se você não pagar agora em abril terá mais os juros, que não são pequenos e dificilmente a operadora de cartão te dará algum desconto para liquidar, pois será muito pouco tempo os descontos são apenas para casos que eles consideram perdidos, com muito tempo de vencido.

ATENÇÃO: só faça acordo parcelado se você tiver como pagar pois caso contrário será muito pior.

Aline disse...

Olá... Minha mãe esta em uma situação complicada. Ela tem um master que ainda tem muitas prestações para quitar. Ela pagava sempre o valor total da fatura. Entao a 4 meses teve que pagar um pouco mais que o minimo. No mes seguinte, foi ficando pior. Em fim.
Ela nao conseguiu pagar nem o minimo, pois o valor ficou muito auto.
De 2000 em 3 meses a divida esta em quase 7000.

Primeira duvida, antes que colocarem o nome dela no spc, eles avisam??

Estamos a 3 meses sem pagar o cartão. Nem precisa levantar a posibilidade de emprestimo... pois nao tem como.

Em quanto tempo acha que ele se interessam em negociar??
Será que vão cancelar o cartão mesmo com divida??

E em quanto tempo acha que eles podem fazer uma proposta interessante para quitar tudo??

CLAUDIO disse...

Tenho uma dívida atual de 6.905,14, o qual não posso pagar atualmente, pois meu salário gira em torno de 1000 reais(além de um vale alimentação de 700), pelos meus cálculos, próximo mês essa dívida vai estar em 8000. A minha sorte é que próximo mês entro de férias e devo receber cerca de 5000 de férias (correios), por causa da venda de 10 dias, adiantamenteo de 13º, entre outros.To pensando em pagar 4000 e dividir o restante do valor em 10 parcelas de 400, o que está totalmente dentro do meu orçamento, acha que eles vão aceitar?

Dani disse...

Olá Aldineide!
Enfrento um grande problema com cartões de crédito atualmente.
Estou em atraso com 4 cartões de crédito Itaucard.
Fazem 2 meses que não pago nenhuma das faturas.
2 deles a dívida está em torno de 2,000,00 cada um. E os outros 2 estão em média de 500,00 cada.
Já cancelei todos esses cartões e penso qual será a melhor forma de eu liquidar essas dívidas e não ter meu nome incluso em orgãos de proteção ao crédito.
Estou desempregado formalmente e faço uns freelances de cabeleireiro.
Não consegui nenhum empréstimo para liquidar de vez esses débitos e ficar somente com o empréstimo da financeira.
Como devo proceder, já que minha renda atual não me permite quitar esses saldos?

Aldineide Rios disse...

Oi Dani,

Com 30 dias de vencido seu nome vai automaticamente para os órgão de proteção.

pague os de menores valor e vá liquidado.

Para os de valores maiores faça parcelamento, mesmo que seja em muuuuuitas parcelas. Quando você tiver uma condição melhor antecipa o parcelamento e liquida de vez a dívida e da próxima vez tenha menos cartões e solicite redução de limite para evitar que o problema retorne.

Aldineide Rios disse...

Claudio, dependendo de quanto tempo está com o cartão em atraso você pode até liquidar com os R$ 5M.

Se for a menos de 6 meses ficará muito difícil, mas eles podem sim aceitar sua proposta, dependerá de sua habilidade em negociar. Se firme e decidido, que eles aceitam ou na pior das hipóteses fazem uma contraproposta interessante.

Aldineide Rios disse...

Aline,
para sua mãe ter uma proposta interessante de liquidação do cartão só quando a operadora achar que o valor está perdido, o que pode ser com 6 meses ou um ano...
Para colocar no SPC eles avisam mas não precisa ser um aviso tão claro para você pode até mesmo ser em faturam em cartas e as vezes os avisos são tão pequenos que você nem nota, ou até mesmo em ligações de cobrança que são gravadas.

Aldineide Rios disse...

Ciça, como você estava pagando o cartão eles não vão aceitar as propostas de liquidação com desconto, mas tem uma informação importante que talvez você desconheça. Quando é dado um desconto para liquidar você perde o cartão e os limites de crédito do banco, pois fica sendo considerada má pagadora.

dê o valor de entrada e parcele o restante para evitar mais juros e mais problemas.

CRIS disse...

BOA NOITE ALDINEIDE, MEU NOME É CRIS E ESTOU PRECISANDO DE SUA AJUDA, ME ENDIVIDEI COM O MEU CARTÃO CIELO, ESTOU DEVENDO 8.000,00 REAIS, PAREI DE PAGAR O MINIMO HÁ UNS 3 MESES, E ESTOU TENTANDO ENTRAR NUM ACORDO COM ELES, ME MANDARAM UMA PROPOSTA DE 15 MESES DE 750,00 REAIS , ACHEI UM ABSURDO, QUAL SERIA A MELHOR SAIDA PRO MEU CASO, JUNTAR UM DINHEIRO E TENTAR NEGOCIAR A DIVIDA DE UMA VEZ, SERÁ QUE ELES ACEITAM, TENHO MEDO DE DEMORAR DEMAIS E ESSA DIVIDA IR AUMENTANDO, ME AJUDE, ESTOU DESESPERADA.

Aldineide Rios disse...

Cris,

boa noite,

Realmente, os juros pode crescer muito e você não conseguir uma boa negociação, é imprevisível...

Quanto a proposta apresentada faça uma contra proposta em pagar as 15 parcelas de R$ 700,00 pois ai ficaria a taxas mais justa.

Se eles não aceitarem tente negociar através do PROCON. não deixe de tentar, mas só faça negociação que você possa assumir e antes de qualquer coisa faça seu orçamento e tente entender porque perdeu o controle da situação e ficou endividada para evitar resolver o problema da dívida atual e continuar com o gap de caixa, ou seja com mais despesas do que receita.

Se necessário, faça cortes radicais até ajustar suas despesas ao tamanho de sua receita pois não adianta nada resolver a dívida e manter o problema que gerou a dívida do mesmo modo.

Anônimo disse...

BOA TARDE ALDINEIDE, AQUI É A CRIS NOVAMENTE,ESTOU RECEBENDO AUXILIO DOENÇA, E NÃO TEREI COMO PAGAR AS PARCELAS DE 700,00 REAIS, SERÁ QUE POSSO NEGOCIAR , PARA PAGAR OQUE REALMENTE DEVO COM OS JUROS, VOU TENTANDO ATÉ ENTRAR NUM ACORDO?A MINHA DIVIDA É DE 8.000,00 PARCELADO VAI PARA QUASE 11.000,00 NÃO TENHO COMO PAGAR,O QUE SERIA MELHOR FAZER NESSE CASO?

Aldineide Rios disse...

Cris,

Você fez seu orçamento?
Você sabe quais são suas despesas fixas e quais são suas despesas variáveis?
Sabe onde pode realizar cortes para pagar suas dívidas? Não tem mágica, tratando-se de orçamento ou gasta-se menos ou ganha-se mais, não há outra fórmula.

Muitas vezes gastamos pelo que julgamos merecer e não pelo que podemos consumir.

Faça seu orçamento e trace um plano de cortes em cada conta da casa, como por exemplo: vou reduzir R$ 15,00 na conta de energia, vou reduzir R$ 30,00 em celular, vou reduzir R$ 50,00 em supermercado (normalmente a lista de supérfluos é alta), vou reduzir R$ 30,00 em combustível... e assim por diante no final você verá que vai ter recursos para aumentar o valor atual disponível.

Pagamos hoje pelos erros do passado e algumas vezes isso exige sacrifício.

Se não tem como pagar as parcelas então GUARDE o dinheiro para dar uma entrada e mais na frente quando você receber 13º ou outra verba extra aproveitar com o que guardou e negociar uma liquidação com desconto.

Sucesso e Boa sorte!

joão disse...

Bom dia
Minha divida quado começou em 2009 era de 1000 reais, desde entao nunca entraram em contato comigo, nem eu com eles, como faço pra negociar essa divida?
Penso que o valor corrigido deve estar altissimo...
att. João

Aldineide Rios disse...

João,

ligue para seu credor e veja quais são as condições dele para você quitar.

Eles podem oferecer um desconto interessante para quitar a vista ou com desconto menor para liquidar em parcelas.

Escute o que eles tem a oferecer e depois faça sua proposta.

Loreta disse...

Ola Aldineide,

Adorei seu blog. Bastante explicativo. Eu tenho uma pergunta, tenho 2 cartoes de credito Bradesco (Visa e Master) que eu parei de pagar em Dezembro de 2010. A divida dos 2 e de R$27mil. Estou desempregada desde 2009 e sou sozinha, meus pais faleceram o ano passado. Ontem recebi uma notificacao da empresa UnionCobra Assessoria em Cobranca dizendo para eu ligar. Eu liguei e disse que nao tenho dinheiro agora para pagar. Eles disseram para eu ligar pro Bradesco. Como eu nao tenho dinheiro agora, devo ligar ou esperar mais tempo?

Alem disso, tenho uma conta Prime no Bradesco que estou usando o cheque especial (quase no limite) mas nao tenho o suficiente para pagar o minimo dos 2 cartoes. Alem disso, tenho um cartao Amex que venho pagando a fatura total. O cartao AMEX tambem e do Bradesco.

Agradeco desde ja! Aguardo sua resposta ansiosamente.

Obrigada, Lara

Aldineide Rios disse...

Oi Lara, bom dia.

Você entrou na armadilha do crédito fácil limites altos e facilidade de gastos e quando abriu os olhos está totalmente endividada.

Bem você está endividada desdes 2009, mas está vivendo de que? não precisamos de renda formal, que hoje está cada vez mais difícil.
Seus gastos no cartão foram realizados com previsão de pagar como?

Bem pense nas respostas das perguntas acima e busque fazer um orçamento dentro de sua realidade, gaste o que você pode pagar e não o que você merece. Acredito que em bem pouco tempo você perderá seu limite de cheque especial e acho que será na próxima renovação que o prazo depende de banco para banco, verifique o vencimento do limite pois com inadimplência não terá renovação automática.

Se você não tem como pagar não adianta renegociar pois só vai piorar a situação. SÓ RENEGOCIE SE TIVER COMO PAGAR.

Para sair das dívidas só há um caminho: fazer sobrar dinheiro no orçamento ou gastando menos ou ganhando mais.

Controle os gastos do cartão AMEX para você ter ele sempre para eventualidades e emergências.

FAÇA SEU ORÇAMENTO E CONTROLE OS GASTOS.

Loreta disse...

Ola Aldineide,

Obrigada pela sua resposta. sim, meus gastos com o cartao foram feitos com a intencao de pagar mas como meu pai faleceu o ano passado eu tive que arcar com as despesas da casa sozinha e nao tive mais condicoes de pagar os cartoes. Voce acha que eu devo pedir o cancelamento do cheque especial no banco? Em caso afirmativo, como devo fazer isso? Ligo no banco e falo com a gerente para parcelar a minha divida?

Agradeco desde ja,
Lara

Aldineide Rios disse...

Lara, so faça parcelamento se tiver como pagar as parcelas pois caso contrário só irá piorar.

Se a situação estiver complicada para quitar todas as dívidas, vá pagando em partes, primeiro uma, depois outra e assim até liquidar tudo.

Faça seu orçamento e veja quanto você pode destinar para pagar suas dívidas.

DiogoEidt10 disse...

Boa noite!!!

Meu nome é Diogo e estou aqui para tirar umas dúvidas...

-> 1º: o meu cartão de crédito foi cancelado dia 25 de março, a operadora do cartão pode continuar mandando fatura com juros do meu cartão mesmo ele estando cancelado e eu está a 3 meses sem conseguir pagar ele????? Isso seria legal?

-> 2º: Estou com uma dívida de R$8.800,00(+ou-) no cartão de crédito, não consigo empréstimo deste valor em nenhum lugar e com ninguém e não tenho como pagar o cartão pois meu salário que recebo está comprometido em 90%, devido a um acidente ocorrido em dezembro que me envolvi onde meu dinheiro que tinha em banco foi tudo com despesas de conserto e hospital e ainda tive que fazer um empréstimo no qual estou pagando!!! As proposta do banco são fora da minha realidade para pagar o saldo devedor!!! Só vou poder negociar daqui a uns 4 meses no minimo!!! O que devo fazer nessa situação???

-> 3º: Quantos meses leva para a operadora do cartão colocar em seu relatório como "DÍVIDA PERDIDA" E LANÇAR COMO PREJUÌZO 100% EM SEU RELATÓRIO(balanço) , depois de quantos meses sem pagar?????????

-> 4º: Depois que a dívida estiver lançada como prejuízo de 100% no relatório(balanço), eu poderei fazer uma prposta de acordo com as minhas condições que eles vão aceitar??? E depois que que eu pagar este valor feito com a minha proposta, eles tiram o meu nome do SPC???

aguardo retorno...

abraço

Diogo

Aldineide Rios disse...

Bom dia Diogo,
vamos as respostas:

1)Claro que é legal cobrar juros enquanto você não pagar, afinal você usou o cartão e não pagou, mesmo que esteja cancelado incide juros. O cancelamento evita de você fazer novas compras e aumentar o saldo devedor;

2)O que não tem solução solucionado está.... É importante que você refaça seu orçamento, realize cortes para poder arcar com as despesas extras ocasionadas pelo acidente. Seja radical. Não dá para manter o mesmo padrão de gastos com dívidas, mesmo que elas tenham sido involuntárias.

3)em 180 dias de inadimplência 100% do valor da dívida é provisionada como PDD (Provisões para devedores duvidosos).

4)Necessariamente não, eles podem não dá nenhum desconto interessante, isso vai depender muito da análise dos cobradores, há diversas situações de devedores, os que qurem pagar e não tem meeesmo como, os que perderam o controle e querem aprovweitar a situação para pagar menos, enfim... não há uma regra. Pode ou não ter descontos interessantes. Despois que você pagar ou negociar seu nome sai da serasa e spc

ana ramos disse...

ja estou pagando a mais de seis meses só o minumo a conta era de 700 reais e ja esta em 2015 , quero fazer um acordo como faço isto? o que paguei ja pagou a divida que eu tinha com eles ja tentei fazer acordo mas isto implica enm mais juros pensei em levar o assunto ao procom que vc acha? por favor me responda eu ja não sei mais o que fazer.

DiogoEidt10 disse...

Parabéns pelo blog, é excelente. Obrigado por ter tirados minhas dúvidas nas ultimas perguntas. Gostaria de perguntar mais umas coisas:

1º) Depois de 180 dias de inadimplência 100% do valor da dívida é provisionada como PDD (Provisões para devedores duvidosos). Isso significa que meu nome ficará para sempre sujo, mesmo depois de eu pagar após este prazo de 180 dias??? A minha divida indo para PDD, isso é bom ou ruim(no ponto de vista eu conseguir chegar a um acordo)???

2º) Já expliquei minha situação neste blog no dia 6 de Abril de 2011. Agora eu pergunto:

Seria melhor eu entrar em contato com eles explicando minha situação através:

- Do envio de uma carta???

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 231   Recentes› Mais recentes»